Logo após uma boa ação, uma mulher de 64 anos perdeu sua vida em um brutal acidente rodoviário. Com 64 anos, Maria Júlia Pinheiro seguia uma estrada, como em quase todos os outros dias, em Celorico de Basto, na zona norte de Portugal, quando viu um amigo parado na estrada. Parou para ajudar ele e quando retomou seu caminho, a tragédia aconteceu e acabou sendo abalroada por uma outra viatura e morreu pouco depois do acidente. 

Foi na tarde de segunda-feira, dia 7, que Maria Júlia estava dirigindo até a casa de sua mãe, que morava a poucos quilômetros de sua casa. A mulher acabou parando, após reconhecer o carro de um amigo, que acabava de ter um acidente rodoviário.

Publicidade
Publicidade

Um choque entre dois veículos, que apenas provocou uns ferimentos ligeiros, e que terá sido causado pelo regresso da chuva a Portugal. Após uns dias de sol no país, o mau tempo voltou no início dessa semana e os acidentes de carro aumentaram, também por culpa de uma estrada mais suja e com algumas marcas de óleo. 

Maria Júlia saiu do carro para tentar ajudar seu amigo e foi mesmo ela a contatar a emergência, ligando para os bombeiros para que viessem em socorro das vítimas e também para limpar a estrada, de forma a evitar novos acidentes. Quando percebeu que estava tudo bem com seu amigo, voltou para a estrada mas seu percurso terminaria apenas três quilômetros mais a frente. 

Acidente rodoviário foi fatal

De acordo com o jornal português Correio da Manhã, poderia ter sido um erro de Maria Júlia a provocar esse acidente fatal.

Publicidade

Alegadamente, Maria Júlia não teria respeitado a sinalização em um cruzamento e ao virar sua direção, acabou enganando a outra viatura que não teve tempo de travar e acabou chocando contra ela

Um acidente muito violento, que deixou o carro de Maria Júlia bem danificado e provocando lesões muito graves. A vítima mortal seguia sozinha na sua viatura quando o outro veículo bateu na parte direita de seu carro, em um choque lateral. A outra viatura bateu de frente e o carro ficou meio amassado, mas sem prejuízo para seus ocupantes. 

Quando os bombeiros chegaram no local do acidente ainda tentaram fazer reanimação na vítima, mas sem sucesso, pela gravidade de "múltiplas fraturas no tórax", contou uma fonte para o Correio da Manhã#Europa