Martin Shkreli, o CEO da empresa Turing Pharmaceuticals, conhecido por aumentar os preços dos medicamentos tendo em conta apenas o lucro, foi preso nos Estados Unidos nesta quinta-feira (17). A sua detenção está relacionada com um caso de fraude com títulos de uma outra empresa que ele fundou. Relembramos que esse investidor da indústria farmacêutica ficou conhecido quando mandou aumentar o preço de um medicamento para a toxoplasmose, o Daraprim, de 13.5 dólares para 750 dólares por comprimido. Uma decisão que na época o fez ficar conhecido como o CEO mais odiado do mundo.

A investigação contra Martin Shkreli está a cargo de procuradores federais do Brooklyn e a acusação diz que, alegadamente, o empresário se apropriou ilegalmente de ações da Retrophin, uma companhia fundada por ele em 2011.

Publicidade
Publicidade

Segundo foi apurado pela investigação, o agora CEO da Turing Pharmaceuticals usou essas ações para pagar dívidas de outros #Negócios em que estava envolvido, tudo isso em uma altura em que ele geria um outro fundo de investimento, o MSMB Capital Management, que perdeu vários milhões de dólares.

Na empresa Retrophin, Shkreli utilizava uma estratégia comercial muito parecida com a que está a seguir na Turing. Ele faz disparar os preços dos medicamentos que são produzidos por poucos laboratórios, mas que são essenciais para um determinado nicho de mercado. Na sua maioria são medicamentos essenciais para a vida, o que significa que mesmo que os preços subam, as pessoas terão que os adquirir para continuar vivendo ou tendo qualidade de vida.

Expulso da Retrophin em 2014

Martin Shkreli, na sua empresa anterior, a Retrophin, mandou aumentar os preços de um medicamento chamado Thiola, uma droga para tratar as pedras dos rins.

Publicidade

O preço por comprimido era de 1,50 dólares, mas o CEO decidiu aumentar esse valor para 30 dólares. Os administradores da sua própria empresa não gostaram dessa atitude e acabaram por expulsá-lo em 2014. Em agosto de 2015, esses mesmos administradores iniciaram um processo contra ele, um pouco antes de ele se ter tornado mundialmente conhecido.

A notícia da detenção de Martin Shkreli está sendo bem recebida nas redes sociais e acompanhada com grande detalhe pela comunicação social americana. E você o que acha? Conte para a gente nos comentários! #Doença #EUA