Na Alemanha, nem todos seus cidadãos estão aceitando a entrada de centenas de milhares de #Refugiados em seu território e estão atacando com alguma regularidade seus centros ou suas pensões, onde estão vivendo temporariamente. Segundo informa o jornal “Público”, desta vez, na zona sul da Alemanha, Wasserstein, dois fogos postos incendiaram as pensões onde dezenas de refugiados, recém-chegados, estavam vivendo com suas famílias. Apesar de não ter havido vítimas mortais, doze pessoas, incluindo sete menores, ficaram feridos e o presidente alemão já veio a público condenar esses atos “racistas” contra pessoas indefesas.

Apesar da Alemanha ser, pelo menos neste momento, o país europeu que está recebendo mais refugiados, também é o país que tem sofrido nos últimos tempos mais ataques contra os imigrantes.

Publicidade
Publicidade

Essa tentativa de queimar vivas várias famílias que estão vivendo em pensões destinadas para esse fim, não é a primeira ação violenta consumada na Alemanha contra os refugiados. Na verdade, segundo informa o jornal “Dei Zeit”, já foram contabilizados 222 ataques contra locais onde estão os refugiados.

“Incêndios criminosos e ataques contra cidadãos completamente indefesos têm que ser disciplinarmente punidos”, revelou Joachim Gauck, o presidente alemão, em seu discurso de Natal para toda a Alemanha, garantindo ainda que, apesar desses incidentes violentos, todo o mundo têm que estar orgulhoso da forma como a Alemanha está conseguindo resolver os problemas com os refugiados, “mostrando que são capazes, com profissionalismo e boas intenções”.

Em um momento em que a Alemanha está esperando receber cerca de 800 mil refugiados no próximo ano, esses acontecimentos parecem estar aumentando, fazendo com que os migrantes escolham novas paragens, face à violência demonstrada nos mídia internacionais.

Publicidade

Ainda mais que, como informa o jornal “Público”, dos 222 crimes feitos contra refugiados na Alemanha em apenas cinco por cento dos casos acabou tendo acusações ou condenações, um número muito inferior quando comparado com crimes semelhantes cometidos contra os alemães, todos eles relacionados com fogo posto. #Europa #Crise migratória