Os resultados da histórica eleição realizada na Arábia Saudita, em que as mulheres puderam votar pela primeira vez, mostram que pelo menos 5 representantes femininas foram eleitas para ocuparem assentos em conselhos municipais, e terão a função de ajudar e aconselhar autoridades locais na supervisão de orçamentos. As mulheres foram eleitas em partes muito diferentes do país, e mesmo este pequeno passo em relação aos direitos femininos já é visto como um ganho, uma vez que o voto era permitido somente aos homens. Para se ter uma ideia da restrição de direitos imposta a elas, em solo saudita, mulheres não podem dirigir.

O prefeito de Meca (cidade saudita considerada como sendo a mais sagrada do mundo para os muçulmanos), Osama al-Bar, anunciou neste domingo que Salma al-Oteibi foi eleita em uma aldeia chamada Madrakah, que fica localizada a cerca de 150 quilômetros da cidade sagrada dos muçulmanos.

Publicidade
Publicidade

O prefeito al-Bar também disse, por meio de autoridades eleitorais, que a candidata Lama al-Suleiman ganhou uma vaga na cidade Jiddah.

A agência oficial de imprensa da Arábia Saudita comunicou que Hinuwf al-Hazmi foi eleita em al-Jawf, e que mais duas mulheres, Fadhila al-Attawy e Mona el-Emery conquistaram vagas em Tabuk.

A candidatura e o voto feminino

Nesta eleição saudita, de um total de 7 mil candidatos, 979 mulheres concorreram aos cargos, e abordavam como plataforma, para se elegerem, temas como criação de berçários para que as mães trabalhadoras pudessem ter onde deixar suas crianças, criação de centros de juventude que contassem com atividades culturais e esportivas, melhorias em estradas e na coleta de lixo, além de programas e ideias para cidades ecologicamente mais corretas.

Sahar Hassan Nasief, que votou em Jiddah, levou sua mãe de 94 anos, Naela Mohammad Nasief, para também votar pela primeira vez, e disse à imprensa que esta eleição marcou o início de algo muito bom para as mulheres, como por exemplo, maiores direitos femininos.

Publicidade

Referindo-se às urnas ela declarou: “'Eu nunca vi isso antes. Só nos filmes. Foi uma experiência emocionante."*

Na Arábia Saudita, as leis são redigidas de modo que os homens possam ter a palavra final e o controle sobre aspectos da vida das mulheres, como por exemplo, questões relacionadas a viagens, casamento e ensino superior.

*Em tradução livre. #Eleições #Legislação