Um influente homem da mídia turca foi preso recentemente por perseguição política. Seu nome é Can Dundar, ele era o diretor do jornal Cumhuriyet, e foi preso acusado de 'divulgação de segredo de Estado', bem como de 'espionagem', após divulgar um vídeo que mostra que o #Governo turco vende armas aos jihadistas.

Embora a prisão seja recente, a divulgação do material ocorreu em maio desse ano e foi o próprio presidente Recep Tayyip Erdogan quem prestou queixa contra Can, alegando publicamente que ele 'pagaria' pelo que fez. Embora o governo turco faça de tudo para não vazar essas informações internas para a imprensa internacional, houve uma enxurrada de reclamações de populares e de partidos de oposição ao governo após o ocorrido.

Publicidade
Publicidade

Caminhões dos serviços secretos da Turquia foram interceptados ano passado por suspeita de venda ou desvio de armas, e no vídeo é possível ver diversos armamentos e munições escondidas em embalagens de remédio sob o poder do serviço secreto, e que supostamente seriam repassados para os jihadistas na fronteira. Os jornalistas independentes do país apoiaram Can pela coragem em fazer a divulgação do material e temem o quanto o governo pode usar do seu poder para calar a voz da imprensa.

Antes de ser preso, Can Dundar foi premiado pela TV5 Monde no quesito de liberdade de imprensa. Na ocasião foi declarado que Can sofria forte perseguição política por seu trabalho no jornal.

Fase delicada para o governo turco

Após um caça russo ser abatido por autoridades turcas, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto emergencial que suspende por tempo indeterminado às compras de produtos turcos, sendo em sua maioria do tipo têxtil e alimentício.

Publicidade

Também houve uma série de sanções quanto a entrada, permanência e trabalho de turcos dentro de território russo. As medidas foram tomadas poucos dias antes da reunião da Cúpula do Clima de Paris. A idéia seria que Putin evitasse as desculpas de Erdogan e o punisse após uma conversa, já dirigindo-se ao evento com as sanções publicadas. O governo turco não comentou o ocorrido e o clima entre as duas nações não é dos melhores. #Terrorismo #Estado Islâmico