Nos Estados Unidos começou nesta sexta-feira (22) uma grande tempestade de neve que atingiu Washington, a capital do país, e os estados de Carolina do Norte, Pensilvânia, Virgínia, Maryland e Tennessee, que já se encontra em estado de emergência. Todo o nordeste do país, incluindo a cidade de New York, está em alerta.

A nevasca ligeiramente cobriu de neve toda a capital americana. Vários acidentes de trânsito foram registrados nas estradas por conta da tempestade, e ventos fortes causaram a morte de nove pessoas no trânsito. A tempestade, chamada Jonas, pode ter duração de até 36 horas e com ventos de até 96 km/h, deixando um acúmulo de 30 a 71 centímetros de neve, batendo o recorde registrado em janeiro de 1922.

Publicidade
Publicidade

Ao todo, são mais de 85 milhões as pessoas que enfrentam a tempestade, sendo quase toda a Costa Leste dos Estados Unidos. Na Carolina do Norte, aproximadamente 100 mil pessoas estão sem energia elétrica. A informação sobre os cortes de energia foi divulgada pela companhia Duke Energia.

As autoridades alertaram a população para que todos permaneçam em suas casas e abasteçam com o que for necessário, para não saírem de casa até a tempestade diminuir. Isso causou longas filas nos supermercados e prateleiras ficaram completamente vazias.

Pelo menos 3.100 voos domésticos foram cancelados e outros voos internacionais também foram cancelados por conta da tempestade. Alguns estabelecimentos ficaram fechados ou não funcionaram: metrô, transportes públicos, escolas, a ede do governo, centros turísticos da cidade, a esplanada do National Mall, os memoriais e o zoológico, até a tempestade passar.

Publicidade

Muriel Bowser, prefeita de Washington, disse em entrevista: “Quero ser muito clara com todos, vemos isso como uma grande tempestade de neve. Tem implicações de vida ou morte”, afirmou. Os estados atingidos pelas tempestades tiveram de preparar quase 2.000.00 toneladas de sal para o acúmulo de neve nas ruas e 100 homens da guarda nacional foram desguiados para a retirada da neve das ruas. Provavelmente só no começo da semana a tempestade de neve poderá diminuir.            #Natureza #EUA #Mudança do Clima