A boneca mais famosa do mundo anunciou nesta quinta-feira, 28, que vai mudar de curva. Agora meninas mais baixinhas, altas e com curvas terão destaque na marca. Segundo um comunicado divulgado na imprensa internacional, o novo brinquedo demorou anos para ser finalizado, ms ficou pronto. A ideia da marca é mostrar que a Barbie ficou moderna. No ano passado, a linha de bonecas já havia lançado um comercial considerado feminista. Em uma nova linha "fashion", apareceram brinquedos de várias cores de cabelo e tom de pele. 

O novo projeto foi denominado de 'Dawn' ('Amanhecer" e tem o objetivo de voltar a vender a boneca mais famosa do mundo, que está encalhando nas lojas.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações da revista Time, entre 2012 e 2014, houve uma queda de 20% das vendas do objeto, que no passado sempre foi idolatrado pelas meninas. Como a boneca foi se tornando cada vez menos popular, em 2014, a Lego ultrapassou pela primeira vez em anos a Mattel, que fabrica a Barbie. Hoje, a Lego é a maior empresa de brinquedos do planeta. 

Michele Chidoni, diretora de comunicação da empresa, disse que a mudança aconteceu com o objetivo de mudar o propósito da marca. Agora a ideia é fazer com que as meninas possam imaginar qualquer coisa que queiram ser quando crescerem. Pesquisas feitas com meninas que brincaram com a Barbie tradicional e com aquelas que nunca foram expostas à boneca, comprovam que quem brincou com a bonequinha acabou sofrendo de mais baixa-estima do que o resto da população.

Publicidade

Desde 1959, essa é a primeira vez que de fato há uma mudança no formato do corpo da boneca Barbie. No passado, existiram algumas pequenas alterações, como no formato do rosto e das mãos. Isso porque o padrão de beleza mudou um pouco nesse tempo. A previsão é que a nova boneca já chegue às lojas brasileiras em 2016. No entanto, antes da chegada, a empresa já é novamente chamada de preconceituosa. Isso porque nenhuma boneca foi considerada gordinha. Em grupos na internet, meninas reclamam. "cadê a gordinha?", disse uma delas. E para você, existe preconceito na nova linha das Barbies?  #Negócios #É Manchete!