A China sentiu hoje o enfraquecimento de sua economia, após as negociações em suas bolsas de valores terem despencado 7% até a interrupção prematuramente das atividades. O benchmark Shanghai Composite caiu 6,9%, enquanto o Shenzhen Composite chegou a cair mais de 8%.

A interrupção da negociação foi o meio de estancar a caída das ações, uma espécie de freio de emergência nas suas principais bolsas.

Na Ásia, Tóquio Nikkei 225 fechou em queda de 3,1%, enquanto o Hang Seng caiu 2,7%.

Os preços do petróleo, por sua vez, ficaram voláteis nesta segunda-feira depois do rompimento de laços diplomáticos entre a Arábia Saudita e o Irã. Tanto o Irã quanto a Arábia Saudita são os principais países produtores de petróleo, e os membros fundadores da OPEP.

Publicidade
Publicidade

Na Europa, os mercados começaram baixos no início do pregão. Dax da Alemanha caiu 4,3%, enquanto na França caiu 2,7% e em Londres 2,4%. A #China é um grande comprador de produtos europeus, e com a sua economia abalada fez com que freasse as bolsas no primeiro pregão de 2016.

"Um começo terrível para o mercado mundial neste inicio de Ano Novo " disse  Kit Juckes, estrategista do Société Générale

Na China, os investidores estavam reagindo aos dados que mostraram condições difíceis no setor das fábricas que é tão importante do país.

Depois de melhorar por dois meses, uma pesquisa realizada pelo grupo de mídia chinesa Caixin mostrou que PMI caiu para 48,6 em Novembro para 48,2 em Dezembro. Qualquer número abaixo de 50 representa uma desaceleração no setor das fábricas chinesas.

Enquanto medidor oficial de manufatura do governo apresentou um quadro mais otimista, é fortemente ponderada para as grandes empresas. A pesquisa Caixin abrange uma área maior dando ênfase as empresas de pequeno porte.

Publicidade

Mas economistas disseram que os novos dados de manufatura, não indicam que a China está enfrentando uma desaceleração econômica grave ou inesperada.

A economia global sentiu nesta Segunda (4) a dependência da China, porém o incêndio só será apagado ou aumentará assim que as bolsas chinesas forem reabertas amanhã. #Crise econômica #Recessão no Brasil