Uma grande nevasca caiu sobre Washington, Nova York e demais cidades dos Estados Unidos. 19 pessoas morreram e os habitantes dos locais iniciaram a remoção neste domingo (24/01). O temporal foi grande, o maior registrado na cidade de Nova York desde há vários anos, atingindo 26,8 polegadas (68 cm) e ocorrendo no sábado (23/01) até a meia noite. A última grande nevasca havia ocorrido em setembro de 2006, com 26,9 polegadas.

Pessoas e mortes

Nos estados de Arkansas, Carolina do Norte, Kentucky, Ohio, Tennessee e Virgínia foram registradas as mortes de 13 pessoas, vítimas de desastres automobilísticos.

Houve uma vítima em Maryland e outras três faleceram em Nova York, depois de estarem retirando neve.

Publicidade
Publicidade

Segundo as autoridades, duas pessoas morreram por hipotermia no estado da Virgínia.

Ocorreram marés altas em Nova Jersey e a nevasca chegou a Washington e Nova York, com mais de 20 milhões de habitantes foram atingidos.

Alerta

Foi decretado estado de calamidade pública pelo governador de Nova York, Andrew Cuomo, e também em outros 10 estados. Devido à neve, houve impedimentos para que as pessoas não viajassem nas estradas, no percurso de Nova York a Long Island. Somente carros de emergência poderiam se deslocar. A proibição se encerraria neste domingo, (24/01).

Normalidade

Neste domingo se previa o regresso da normalidade às pontes, túneis, metrôs, trens acima do solo na Long Island RailRoad e Metro-North. As viagens aéreas foram canceladas devido ao mau tempo, em torno de 3.500 no domingo (24/01).

Publicidade

Segundo o site fightaware, para o dia 25/01 cerca de 600 voos não aconteceriam, 

Depoimento

Em depoimento, Laila Lorenzeti, do Brasil e que atualmente reside em Filadélfia, relata que a neve é alta e está com mais de 30 cm. Ela impede que as pessoas saiam de suas moradias; é preciso que limpem as ruas, mas estão ocorrendo ventos fortes na localidade e isso impede que realizem o serviço.

Informações

A Reuters informou que a tempestade poderá durar 36 horas e afetará em torno de 85 milhões de pessoas que moram nos Estados Unidos, percentual de 25% dos habitantes. O prejuízo poderá ser maior que um bilhão de dólares, de acordo com informações National Weather Service ("Serviço de Meteorologia Nacional"). #Natureza #EUA #Mudança do Clima