Geralmente é para casa que  todos retornam no final de suas jornadas de trabalho. Não é à toa que existe o ditado “lar doce lar” e é justamente em casa que as pessoas querem afugentar o estresse do mundo que ficou do lado de fora, sentido-se protegidas e seguras. Entretanto, infelizmente, é uma verdade que nos tempos modernos; o número de roubos a residências só fez aumentar, conforme é visto diariamente nos telejornais de todo o mundo. Os ladrões são capazes de invadir as casas mesmo com os moradores em seus interiores. 

Os governos estão preocupados com esse fenômeno de 'involução' social da segurança e assim, têm incentivado com bastante ênfase a busca de soluções e alternativas que por si só garantam o máximo de segurança e proteção, impedindo que os malfeitores invadam a privacidade das casas e de suas famílias. 

Há outro detalhe significativos, que além do receio das casas serem assaltadas pelos ladrões em vários horários do dia, retornam com força total a idéia de atentados terroristas e até de uma guerra nuclear, conforme expresso por observadores políticos internacionais.

Publicidade
Publicidade

Uma guerra em escala maior provocaria explosões terríveis originadas pelas ações bélicas que estariam fora de controle. Em resumo, cada vez mais o assunto segurança da propriedade ou do lar está sendo um tema prioritário para as famílias em vários países. 

Bunker estadunidense

Na cidade de Savannah, no estado da Geórgia nos EUA, foi construído um bunker no ano de 1969, no decurso da Guerra Fria entre as superpotências EUA e a ex-União Soviética, mediante o medo acentuado de ambos os países de acontecer ataques nucleares e terroristas. Todavia em 2012, o local foi convertido em uma mansão extremamente luxuosa, só que no subsolo. Exatamente neste momento, essa mansão está sendo vendida pela bagatela de 17,5 milhões de dólares

O custo do complexo residencial nem é tão caro ,se for levado em conta o interior do espaço que possui 2 andares em uma área de 14.000 metros quadrados.

Publicidade

Tem até um terreno exterior para que as pessoas não se sintam deprimidas, já que a totalidade da faraônica mansão tem localização no subterrâneo.

Os apartamentos espaçosos que compõem a mansão são dispostos da seguinte forma: o 2.º andar é estruturado por quatro apartamentos, onde cada um deles é formado por 2 quartos bem grandes, cozinha, sala de jantar, banheiro e outros quartos adjacentes.

O 1.º andar é reservado às atividades do dia a dia, incluindo áreas como uma sala de jogos bem ampla, uma sala de estar tão grande quanto, uma oficina para serviços gerais e tem também, um teatro particular para a diversão da família e seus convidados.

A arquitetura da construção está interligada com um sistema de vídeo-vigilância, o qual custou 100.000 dólares. Se soma ao fator segurança, o fato de que o casarão é um verdadeiro bunker subterrâneo fabricado com as melhores tecnologias estruturais de segurança e ainda se tem uma visão de 360 graus do que acontece no exterior da fortaleza. 

A mansão está a 13,5 metros abaixo do nível da superfície, garantindo uma maior proteção no caso da ocorrência de explosões nucleares. Além disso, todas as suas paredes têm a espessura de um metro.

Publicidade

A residência possui vários chuveiros, permitindo que as pessoas se descontaminem dos perigosos resíduos nucleares. 

Definitivamente uma casa desse porte confere segurança, mas, lamentavelmente, somente para as pessoas com um poder aquisitivo que esteja na estratosfera e não preso ao subsolo. #Inovação #Curiosidades #Comportamento