Uma escola secundária situada na província canadiana de Saskatchewan (na zona central do Canadá) foi alvo esta sexta-feira, dia 22, de um ataque muito violento que provocou a morte a cinco pessoas. O tiroteio nesta escola provocou ainda ferimentos em várias pessoas, sendo que duas delas encontram-se em estado crítico neste momento.

O tiroteio nesta escola começou às 13 horas locais. O estabelecimento está situado num local perto de uma reserva de índios na cidade de La Loche. De acordo com os dados recolhidos posteriormente, a escola possui no total 900 alunos. Mal foi dado o alerta de tiroteio, as autoridades locais decidiram cercar toda a escola para evitar danos maiores.

Publicidade
Publicidade

Como é óbvio, quando os pais dos vários alunos que se encontravam na escola naquele momento souberam do que estava acontecendo, decidiram logo ir ter ao local, aumentando assim as dificuldades de ação das autoridades locais. Desta forma, os policiais que se encontravam no local aconselharam todos os pais dos alunos a manterem-se afastados do local.

De acordo com os dados recolhidos pelo jornal Público, as autoridades locais já conseguiram apanhar um suspeito que, neste momento, encontra-se com a polícia para que esta entidade consiga descobrir quais as razões que motivaram um crime desta loucura. A polícia, no entanto, já afirmou que as razões ainda ainda não foram descobertas.

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, explicou que estes casos são os piores pesadelos para quaisquer pais, uma vez que o que eles querem naquele exato momento é saber tudo sobre os filhos.

Publicidade

Trudeau salientou também tratar-se de "um dia trágico."

Segundo um porta-voz da Real Polícia Montada do Canadá, aconteceu em paralelo um #Ataque numa escola primária que se situa muito perto, sendo que a escola foi alvejada e os alunos por questões de segurança permaneceram no seu interior. O mayor de La Loche explicou ainda que o incidente de #Violência começou em casa do suspeito e só terminou na escola, o que poderia apontar para uma situação de violência doméstica.

  #Educação