Os jihadistas do #Estado Islâmico divulgaram um novo vídeo de execuções e ameaças de ataques. Além de vangloriar os envolvidos nos ataques de Paris, o grupo mostrou uma imagem de David Cameron em referência ao Reino Unido ter aprovado os ataques aéreos à Síria e ameaçaram atacar todos os membros da coalizão.

Ao mostrar Cameron, os terroristas usaram uma legenda que afirmava que qualquer país que se alinhar com os infiéis sofrerão com ‘as suas espadas’. Os nove jihadistas que aparecem no vídeo também decapitam e atiram em prisioneiros.

Os homens são exaltados como ‘leões que colocaram Paris de joelhos’. Também mostram imagens do massacre de Paris em novembro do ano passado e das operações policias da França em busca dos responsáveis pelo cruel ato terrorista.

Publicidade
Publicidade

Como se não bastasse ameaçar todos os países envolvidos na coalizão americana contra o ISIS na Síria e no Iraque, o grupo também convida os “lobos solitários” do ocidente para realizarem novos ataques. Os lobos solitários seriam seus combatentes e simpatizantes que vivem em países ocidentais, sejam nativos ou imigrantes.

Um grupo perigoso

Após a retirada das tropas americanas do Afeganistão e Iraque, pouco a pouco o Estado Islâmico começou a ganhar força. Segundo acusação de Vladimir Putin, foram os Estados Unidos que criaram o ISIS ao deixarem armamento nas mãos de mercenários.

Em dois anos, tempo que o Estados Unidos retirou suas tropas de guerra, mantendo apenas missões humanitárias, o ISIS ganhou destaque, inúmeros adeptos e repercutiu em todo o mundo com seus vídeos de execuções divulgados na internet.

Publicidade

Na semana passada, Barack Obama autorizou que tropas norte-americanas voltem para o Afeganistão para atacar o Estado Islâmico. Políticos americanos apoiaram a ação e afirmaram que foi um erro se focar na Al-Qaeda enquanto o EI crescia sem que ninguém percebesse.

Embora ambos sejam grupos radicais islâmicos que querem transformar o mundo em um só califado, Al-Qaeda e Estado islâmico são grupos rivais, do qual, inclusive, o ISIS já divulgou imagens de membros da Al-Qaeda sendo “explodidos”. #Terrorismo #Ataque