A Europol alertou os países europeus que o Estado Islâmico está preparando um ataque em  grande escala, como nunca visto antes no mundo Ocidental. Como publicou o site "Notícias ao Minuto" , o diretor da Europol, Rob Wainwright, declarou ao “France Presse” que a Inteligência Internacional está ciente das ameaças que, sobretudo a #Europa, está enfrentando neste momento e que o maior grupo terrorista do mundo pretende atingir o máximo de pessoas possível na Europa. Países como a França e Inglaterra são os alvos prioritários para os jihadistas.

Após os atentados de Paris em 13 de novembro do ano passado, o #Estado Islâmico prometeu que esse ataque apenas seria o início de uma grande guerra contra os países da coligação, que estão combatendo e influenciando ativamente a guerra na Síria.

Publicidade
Publicidade

Passados três meses depois do terror vivido em Paris, a Europol teme que algo  parecido possa acontecer novamente no coração da Europa.

Rob Wainwright informou à agência de notícias  “France Presse” que o Estado Islâmico está planejando há já algum tempo um ataque em grande escala. Apesar de todos os esforços que estão sendo feitos pelos serviços de Inteligência e segurança na Europa, a ameaça de um atentado parece ser cada vez maior, sendo que novamente a França é o alvo onde os especialistas mais temem que possa acontecer novamente uma desgraça de grandes proporções.

“O chamado Estado Islâmico desenvolveu uma nova capacidade de combate para lançar uma campanha de ataques terroristas em grande escala a nível global, com especial foco na Europa”, revelou o diretor da Europol à agência francesa, alertando a população europeia que tudo está sendo feito para conseguir interromper as intenções do Estado Islâmico.

Publicidade

Rob Wainwright deixa um aviso de que os focos de terror do maior grupo terrorista continuam sendo os alvos fáceis, como por exemplo locais públicos ou salas de espetáculos, exatamente como o que aconteceu em Paris, em novembro passado e que causou a perda de 130 vidas inocentes no coração de toda a Europa. #Terrorismo