Mais uma vez a Europa sofre com as possíveis retaliações do grupo terrorista #Estado Islâmico. O Serviço europeu de polícia, 'Europol', afirmou que o continente europeu pode sofre muitos ataques terroristas, por isso a prevenção é muito importante. O alvo preferido da organização terrorista é a França, país que recentemente sofreu com atentados terroristas.

Mate-os onde quer que os encontre

O Estado Islâmico soltou mais um vídeo no Youtube onde eles demostram como foi todo o processo de recrutamento e planejamento ao ataques ocorridos na França. O título do vídeo é 'Mate-os onde quer que os encontre'. Nele pode-se ver nove envolvidos: são três franceses, dois iraquianos e quatro belgas.

Publicidade
Publicidade

As imagens são muito fortes, é possível ver todos os tipos de barbaridades cometidas contra os reféns, como tortura e decapitações. A lavagem cerebral é um dos pontos mais evidentes desse grupo, que afirmou que os infiéis irão pagar caro e sofrerão com as suas espadas.

Além da França, o vídeo também sugere que o Reino Unido sofrerá ataques em breve. Nas imagens aparecem os pontos turísticos mais importantes de Londres, além do Parlamento.

Banho de sangue

O Estado Islâmico já vem propagado há muio tempo que haverá um verdadeiro banho de sangue. A organização terrorista já ameaçou os cristãos e os judeus, afirmou que sua luta é contra os infiéis, e que a guerra é a única maneira de purificar o mundo. Muitos dos planos terrorista já foram colocados em prática, no dia 13 de novembro o grupo massacrou a França, e o país contabilizou 130 mortos em seu total.

Publicidade

Por causa dessas manifestações de horror, o rumor da 'Terceira Guerra Mundial' foi novamente aceso, porém nada do que foi especulado se tornou realidade até agora. Parece que o Estado Islâmico continuará espalhando o terror pela Europa, o continente está na mira da organização, e precisará se precaver para que não sofra novos atentados massacrantes como a França sofreu recentemente.

A Guerra ao Terror parece que só está começando, mas até quanto ela vai durar? #Terrorismo