Nesta sexta-feira, (1º) de janeiro de 2016, Kim falou em seu tradicional discurso de Ano Novo que deseja a restabelecer a paz na península, abrindo um "diálogo sincero" na tentativa conseguir unificar as duas Coreias. "Vamos prosseguir ativamente o diálogo e a melhora das relações entre Norte e Coreia do Sul", disse Kim em seu discurso de 29 minutos, diante de um cenário vermelho que trazia o símbolo de seu Partido dos Trabalhadores. "Vamos sentar e discutir os problemas da nação, incluindo a reunificação, com qualquer um que queira verdadeiramente a reconciliação, a solidariedade, a paz e a reunificação da nação."

Apesar disso, seu discurso pareceu menos otimista que o do ano passado, quando o ditador falou em iniciar de uma vez por todas as negociações com a presidente sul coreana Park Geun-hyeapara dar um fim ao clima de tensão que rodeia os dois países desde os conflitos dos anos 50.

Publicidade
Publicidade

Desde então os países vêm tentando chegar a um acordo, até que em agosto do ano passado, as bombas que explodiram próximo à fronteira tornaram ainda mais conflituosas as negociações de paz, gerando expectativas de retaliação armada. Depois de horas de negociações o episódio terminou com um acordo pacífico, cabendo a coreia do norte a responsabilidade de por fim ao "estado de semiguerra" que declarou o líder Kim.

"A Coreia do sul deve respeitar o espírito de acordo intercoreano de agosto. Seul deveria evitar atos que possam alterar o clima de reconciliação." Acrescentou kim. Pyongyang e Seul realizaram, nos últimos meses, duas grandes reuniões após o acordo do dia 25 de agosto, mas sem nenhum resultado concreto nem expectativas para novos encontros.

Dois dias após a morte, em um acidente de trânsito de um dos principais homens do #Governo norte coreano nas ações diplomáticas com o sul, o líder Kim se mostrou abatido nas fotos publicadas pela agencia oficial KCNA.

Publicidade

Kim Yang-gon era um veterano nas negociações com o vizinho do sul e segundo especialistas, a sua morte pode dificultar ainda mais os esforços de restaurar a paz entre as duas Coreias. #Direto