Infelizmente, mais um jogador brasileiro é vítima de racismo e desta vez foi o craque #Neymar durante um jogo do Barcelona contra o Espanyol e o fato se deu neste sábado (02).

Toni Freixa que é ex-dirigente do time de Neymar  publicou um post no Twitter contando que ele tinha esperança de que os gritos racistas contra o jogador brasileiro estejam presentes na ata da arbitragem. Só que mesmo assim, o árbitro da partida, José González, não fez o registro do racismo contra o craque.

O jogo que é um clássico terminou empatado em 0 a 0, só que antes mesmo da partida começar a torcida já começou a cantar músicas racistas se dirigindo a Neymar que jogou calado sem reagir aos insultos.

Publicidade
Publicidade

Neymar já foi vítima de racismo dentro do campo

O jogador brasileiro já está ficando experiente em lidar com estas situações, de tanto que vem enfrentando o racismo por parte de alguns torcedores. Em 2014 foi a torcida do Espanyol que jogou no campo uma banana, durante um jogo do Barcelona.

Neymar  foi vítima de racismo novamente durante a final da Copa do Rei, juntamente com o colega Daniel Alves. O jogo era entre Barcelona e Real Madrid e o caso foi tão sério que o pai do craque foi até a agência Loducca e lançou a campanha "SomosTodosMacacos".

E não podemos deixar de citar o triste caso de racismo contra o goleiro Aranha, que jogando pelo Santos foi vítima de insultos em 2015 e as câmeras filmaram nitidamente a torcida chamando-o de macaco durante quase que toda a partida.

O mais bonito de tudo isto é que estes jogadores sempre recebem um grande apoio dos brasileiros, estejam ele jogando dentro ou fora do Brasil, sabem que sempre podem contar com o povo brasileiro nestas horas. Mas lamentavelmente, é um fato que não poderia jamais acontecer e que continua se repetindo, seja aqui em nosso país como também lá fora.

Publicidade

Neymar ainda não se pronunciou sobre o caso, mas espera-se que as autoridades tomem alguma providência para punir os culpados e principalmente para evitarem que fatos como este voltem a se repetir e que o #Futebol seja feito somente de lindas jogadas em campo e não de racismo vindo das arquibancadas. #Casos de polícia