Vários ataques terroristas aconteceram durante a manhã da quinta-feira (14), no centro da capital da Indonésia e supõe-se que os responsáveis por estes atentados pertençam ao #Estado Islâmico. Os ataques começaram por volta das 10h30 horas locais depois de terem explodido seis bombas praticamente ao mesmo tempo.

O principal objetivo desses ataques foi tentar ao máximo limitar a resposta por parte das autoridades locais para conseguirem matar o maior número de pessoas possíveis. A tática de #Ataque foi muito semelhante à que foi utilizada pelos terroristas que atacaram a capital francesa em novembro do ano passado.

Os atentados começaram com seis explosões que que foram detonadas praticamente todas ao mesmo tempo.

Publicidade
Publicidade

Uma das explosões ocorreu dentro de um posto de controle da polícia e essa explosão foi das mais graves. Uma das outras bombas explodiu dentro de um café da famosa e conhecida marca "Starbucks" que se situa na rua Thamrin (esta rua é considerada como uma das mais movimentadas da cidade onde se reúnem milhares de pessoas durante o dia). Veja aqui o vídeo da explosão que aconteceu nesta rua muito movimentada durante todo o dia na Indonésia:

O Estado Islâmico já aproveitou para divulgar a todo o mundo que é o responsável pelos atentados da Indonésia, que tiraram a vida a muitas pessoas inocentes que se encontravam nos locais onde as explosões aconteceram. Essa divulgação foi feita através dos canais mais utilizados pelos membros do Estado Islâmico para se comunicarem com o exterior (um dos sites mais utilizados nestas ocasiões é o site "Amaq").

Publicidade

O responsável pelas autoridades de Jacarta, Tito Karnavian, também já divulgou que tem  certeza de que o Estado Islâmico está por trás destes ataques. De acordo com os dados recolhidos pelo chefe da polícia, o responsável por estes atendados à capital da Indonésia é um militante também da Indonésia, Bahrun Naim. O chefe da polícia acrescentou que Bahrun Naim já andava organizando todos esses ataques há muito tempo para que tudo corresse dentro do planejado.  #Terrorismo