Recentemente o papa Francisco veio a público pedir perdão aos protestantes e membros cristãos de outras igrejas por perseguições sofridas em épocas passadas. Em cerimônia na basílica de Roma, o papa, que tanto é admirado por milhões de seguidores no mundo por sua humanidade apresentada, pediu “perdão pelo comportamento não evangélico de católicos perante os cristãos de outras igrejas”. Além disso, também pediu aos católicos que perdoassem as perseguições sofridas.

Futuramente, o papa Francisco deverá ir à Suécia para um evento que marcará o aniversário de 500 anos da Reforma Protestante. No último dia de outubro deste ano, Francisco deverá ir à cidade sueca de Lund, onde foi fundada, no ano de 1947, a Federação Luterana Mundial.

Publicidade
Publicidade

A participação em conjunto do papa com os membros luteranos lançará as comemorações da Reforma que seguirão até o próximo ano.

A Reforma Protestante

Apontado como o primeiro líder da Reforma Protestante em 1517, o alemão Martinho Lutero escreveu 95 teses, na qual é dito que foram pregadas à porta de uma #Igreja na cidade de Wittenberg. O conteúdo das teses continha críticas à igreja católica, alegando que a mesma vendia o perdão dos pecados em troca de dinheiro.

Movidos pelo movimento da Reforma, uma divisão religiosa e até mesmo política foi vista por toda a Europa e dentro do Cristianismo, tendo motivado momentos históricos como a Guerra dos 30 anos, a queima de inúmeros ‘hereges’ em ambos os lados e a destruição de mosteiros.

Opiniões contrárias

Alguns tradicionalistas católicos parecem não apoiar o papa com relação às últimas declarações.

Publicidade

Alguns alegam que Francisco faz concessões em demasia aos luteranos, citando a “oração comum” que será rezada pelas religiões durante as comemorações da Reforma em 2017.

No último domingo (24), o papa disse que a missão dos cristãos é evangelizar os pobres, e questionou se isso está realmente ocorrendo no mundo. Para o pontífice, esta “é a missão de Jesus, da Igreja e de cada batizado”.

O que você achou das palavras do papa Francisco? Conte sua opinião e clique abaixo em ‘recomendar’ para compartilhar esta notícia! #Europa #Religião