Vladimir Putin mais uma vez surpreendeu o mundo, mas dessa vez nem todos ficaram satisfeitos com as suas palavras. O presidente da Rússia anunciou em um discurso que aprecia as ideologias do comunismo e socialismo e os considera bem parecidas com a bíblia.

Putin foi ainda mais longe e disse que tais ideologias são um ‘excerto’ da bíblia sagrada por prezarem a igualdade, felicidade e fraternidade. Embora sua declaração tenha sido polêmica, o presidente russo continuou o seu discurso, que o levou para a extinta União Soviética e falou de sua época no comunismo, deixando claro que ao contrário de ex-membros do partido comunista da época, ele não rasgou o seu cartão de militante do partido, mas que o mesmo está guardado em algum lugar.

Publicidade
Publicidade

Semana de polêmica envolvendo Putin

Nessa quarta-feira, 27, o presidente russo conferiu uma entrevista coletiva em que declarou que o vírus zika é uma “porcaria que veio da América Latina”. Sempre muito seguro de si, o presidente seguiu em frente com o seu discurso, dizendo que embora o mosquito transmissor do zika não possa cruzar o mar e entrar na #Europa, é preciso ter cautela com as pessoas que podem levar o vírus para o continente europeu.

Embora Putin tenha dito que o vírus zika tenha vindo da América Latina, a verdade é que o zika é proveniente do continente africano, depois alastrou-se para o Paquistão, Indonésia e Malásia, até chegar a Polinésia Francesa e depois para na América Latina, sendo mais comum no Brasil, Colômbia e El Salvador.

O ‘polo reprodutor do mosquito transmissor’ é todo lugar quente e que possua água parada, como os países tropicais.

Publicidade

Da mesma forma, é pouco comum que se saiba da existência de Aedes aegypti na Europa, pois as baixas temperaturas durante quase todo o ano dificultam a reprodução do mosquito. Entretanto, há exceções.

A OMS alertou essa semana que o zika vírus deve se alastrar por toda a América, exceto Canadá e Chile. 21 dos 55 países que integram América do Sul e América do Norte já possuem casos de zika confirmados. #Religião #Vladimir Putin