Um ladrão havia furtado uma corrente bastante valiosa de uma mulher nas ruas de Mumbai, cidade da Índia. Os policiais foram acionados e entraram em perseguição ao assaltante que logo foi pego e obrigado a comer 48 bananas para ‘eliminar’ o objeto precioso da vítima, que estava em seu intestino.

Depois de vasculhar os bolsos e toda a roupa do meliante, a polícia começou a desconfiar que o criminoso pudesse ter engolido a corrente. Para tirar a dúvida, o ladrão foi levado para um hospital, fez um raio-X e constatou-se que o objeto roubado estava realmente no intestino do assaltante.

Depois de os médicos terem sugerido uma cirurgia, os policiais chegaram à conclusão que isso seria muito caro para tirar a corrente daquele local, mas não seria tão caro assim se o meliante engolisse bananas.

Publicidade
Publicidade

E ele engoliu 48 delas.

De acordo com a nutricionista Karin Honorato, essa fruta tem um poder muito interessante para melhorar o funcionamento do intestino das pessoas e causar ‘alívio’ quando alguém está passando por problemas estomacais. Mas, na ocasião do ocorrido nas ruas da cidade da Índia, os homens da lei deduziram que a banana serviria também para expulsar rapidamente um objeto estranho do estômago.

“Nós não podemos facilitar a vida dos criminosos nessa cidade. Quem ousar infringir a lei aqui, de uma forma ou de outra, vai ter que pagar. Ele teve que ser obrigado a comer mais de 40 bananas para que devolvesse o objeto valioso da senhora”, contou Shankar Dhanawade, policial da Índia.

Polícia costuma fazer esse tipo de prática

De acordo com populares, essa não é a primeira vez que os policiais utilizam dessa ‘tática’ para resolver esse tipo de problema na cidade de Mumbai.

Publicidade

Dessa vez, o homem de 25 anos de idade que roubou a corrente de uma senhora nas ruas daquela cidade, está sob custódia da polícia daquela cidade, e na sexta-feira, 8, tinha comparecido ao tribunal da Índia para receber a sua condenação.

“Felizmente conseguimos encontrar a corrente depois de ele ter engolido todas aquelas bananas. Depois que encontramos a fruta, pedimos para que ele a lavasse corretamente e desinfetasse o objeto para que fosse entregue a real dona” continuou dizendo o policial. #Curiosidades #Casos de polícia