Uma professora britânica levou seu aluno de apenas 11 anos para seu quarto de hotel e passou a noite com ele após a formatura da escola. Rebecca Lacey tem 28 anos e lecionava na Downend School, em Bristol, há mais de 5 anos. Segundo as autoridades, ela abusou da inocência de um adolescente ‘vulnerável’, que não pode ter sua identidade revelada por questões legais.

Alguns professores da escola disseram ter visto Rebecca ficando sozinha com seus alunos, em mais de uma ocasião, incluindo o aluno que ela levou para seu hotel. Ela também dançou com garotos de 15 e 16 anos, e haviam fotos mostrando os alunos com as mãos em sua cintura.

Publicidade
Publicidade

Professora nega contatos íntimos

Lacey afirma que passou a noite com o aluno apenas conversando sobre problemas familiares e que nada ocorreu além disso. Mas afirmou estar nervosa com a possibilidade de alguém descobrir que os dois estavam juntos.

“Ele estava sendo influenciado por outros alunos a beber álcool e usar drogas após a formatura” disse a professora. E completou: “minha intenção era mantê-lo a salvo dos outros garotos. Eu estava horrorizada com a ideia de deixá-lo no evento com os outros alunos. Algo terrível podia ter acontecido”.

Não houve nenhuma alegação de terem ocorrido atos sexuais entre Rebecca e o aluno. No entanto, Lacey não informou a escola sobre o incidente e por 3 vezes negou o que havia acontecido, quando questionada pelo coordenador de sua escola, prof. Will Roberts.

Publicidade

A professora foi afastada do cargo após as alegações que geraram uma investigação por parte da escola. A Downend School definiu o episódio como "uma conduta inaceitável que afeta negativamente a reputação da profissão por ela exercida”. E acrescentaram que, mesmo sendo verdade a boa motivação de Rebecca para levar seu aluno até o hotel, ela julgou os fatos erroneamente.

Também foi relatado que a professora não ensinava seus alunos de forma eficiente. Durante um exame, 50 alunos para quem ela dava aulas não foram aprovados. Após a dura decisão da escola, Lacey afirmou que ser professora era a coisa mais importante em sua vida e que, se possível, ela gostaria de continuar lecionando. #Curiosidades #Comportamento