O presidente russo, Vladimir Putin, aprovou uma nova estratégia de segurança, apontando que o crescimento da (OTAN) é uma ameaça ao país.

O documento descreve os interesses nacionais e as prioridades estratégicas da nação russa. Putin assinou a ordem executiva quinta-feira (31), onde estabelece uma nova postura diante do bloco da (OTAN), que teve sua relação com a Rússia abalada desde que a crise na Ucrânia, em 2014.

Agência de notícias russa “Tass” cita a estratégia, relatando um acúmulo militar da (OTAN), e "a abordagem da aliança para as fronteiras da Rússia", como uma ameaça à segurança nacional russa. O documento diz que a organização está ampliando o seu alcance de forma ilegal.

Publicidade
Publicidade

"O acúmulo do potencial militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e de carência com funções globais implementadas em violações das normas do direito internacional, impulsionando a atividade militar dos países do bloco, a expansão da aliança, a abordagem da sua infra-estrutura militar nas fronteiras russas criam uma ameaça à segurança nacional " diz o documento.

O documento diz que as ações da Rússia no país e no estrangeiro têm solicitado "neutralização" dos Estados Unidos e seus aliados da OTAN.

"Fortalecimento da Rússia está tomando parte no fundo de novas ameaças à segurança nacional que tenham um caráter complicado e interligado. A política interna e externa independente conduzida pela Rússia desencadeia neutralização dos EUA e seus aliados buscando manter sua dominação nos assuntos globais.”

Em resposta a atitude da Rússia, a (OTAN) lançou um comunicado:

"Vamos estudar de perto esta estratégia russa.

Publicidade

Dito isso, rejeitamos categoricamente reivindicações totalmente infundados de que a (OTAN) e as suas políticas constituem uma ameaça à segurança da Rússia.

"O crescimento da (OTAN) não é dirigida contra ninguém. Cada nação soberana tem o direito de escolher por si mesmo se entra ou não a qualquer tratado ou aliança. Este é um princípio fundamental da segurança européia que a Rússia também subscreveu e deve respeitar. A abertura da Organização do Tratado do Atlântico Norte tem sido um sucesso histórico em conjunto com o crescimento da União Européia, que se espalhou a estabilidade, a prosperidade na Europa desde a queda do Muro de Berlim”.

A (OTAN) é uma aliança de 28 países, fundada em 1949, com 12 membros. Os mais recentes membros Albânia e Croácia se aderiram em 2009. #União Europeia #Comportamento