A Coreia do Norte lançou uma pequena bomba de hidrogênio em seu território, provocando um enorme sismo, que fez soar todos os alarmes. Segundo informa o jornal “Correio da Manhã”, os responsáveis pelo país confirmaram os testes com a bomba, violando as regras internacionais e colocando milhões de vidas em jogo. Expressamente proibida pelo ONU, o país arrisca agora uma multa muito pesada e os Estados Unidos já deixaram uma forte ameaça: “aguardem uma resposta robusta”.

Quando todas as atenções do Ocidente estavam focadas para as ameaças do Estado Islâmico, a Coreia do Norte deu novamente problemas, alarmando todo o mundo com o uso indevido da bomba mais mortal já criada pelo ser humano: a bomba de hidrogênio.

Publicidade
Publicidade

Segundo a imprensa internacional, tudo não passou de um teste e que na verdade apenas foi usada uma versão mais pequena dessa bomba, porém o seu uso provocou um sismo e pode ter libertado fortes radiações para o ar asiático.

Rapidamente as grandes potenciais mundiais reprovaram e prometeram uma resposta aos comportamentos perigosos e terroristas dos líderes da Coreia do Norte, que nesses últimos meses estiveram estranhamente calados, muito provavelmente programando essa violação que promete levar as fortes consequência em seu território, mas também um pouco por todo o mundo. Tal como informa a imprensa internacional, Japão e #EUA estão agora testando a qualidade do ar em território norte coreano.

Apesar de ter sido há mais de sete décadas, as duas bombas atômicas lançadas pelos EUA na Segunda Guerra Mundial ainda hoje matam indiretamente milhares de asiáticos por ano, por causa das fortes radiações que ainda se verificam no local.

Publicidade

Ora, esse uso de uma bomba de hidrogênio por parte do Coreia do Norte pode ter fortes consequências ambientas e na humanidade, por isso a paciência de países como os Estados Unidos para com os comportamentos do país há muito se esgotou. Caso se confirme uma guerra entre os dois estados, milhões de pessoas podem morrer, tornando ela a mais mortífera da história da humanidade. #Terrorismo #Europa