Nessa terça-feira, 19, diversas escolas americanas receberam telefonemas com ameaças de bombas logo pela manhã. As ameaças fizeram com que autoridades corressem para evacuar as instituições, tirando os alunos em segurança dos locais.

Uma das ameaças dizia que haveria um #Ataque com tiros. As ameaças partiram de uma voz robótica e de números de telefone gerados por computadores, o que pode ter feito com que os autores acreditassem que não haveria possibilidade de rastreio.

Segundo a polícia, as investigações procuram rastrear o caminho das ligações para chegar até os culpados e quando isso acontecer, os #EUA realizarão uma punição exemplar para evitar que outros fatos como este se repitam no futuro.

Publicidade
Publicidade

Inicialmente foi possível verificar que os números de telefone gerados para as ameaças são provenientes da Califórnia.

Devido não ter ocorrido nenhum ataque ou explosão, a polícia parou de trabalhar com a hipótese de um ataque terrorista, entretanto, até que se descubra quem são os responsáveis pelas 26 ameaças simultâneas realizadas em Nova Jersey, bem como em outras cidades, todo cuidado é pouco e as autoridades estão em alerta para evitar pessoas estranhas nas proximidades das instituições.

As escolas ameaçadas são de Massachussetts, Nova Jersey, Delaware e Iowa. Com os alertas, milhares de alunos do ensino fundamental e médio ficaram sem aulas nessa terça-feira.

Ainda que seja concluído se tratar de ‘trotes’, o ocorrido deixa todos em pânico devido as constantes ameaças terroristas do Estado Islâmico, bem como um recente vídeo da Al-Qaeda.

Publicidade

Pouco depois dos ataques de Paris, em novembro do ano passado, os jihadistas gravaram um vídeo dizendo que todas as nações que atacarem território do califado serão punidas e que não terão paz para irem nem ao supermercado sem que estejam com medo ou em perigo.

De tal forma, a onda interminável de #Terrorismo, bem como a infiltração de jihadistas em meio aos refugiados dos países em guerra tornam a vida de muito americano, no minimo, paranoica com medo de ataques à qualquer momento.