Esta segunda-feira, dia 8, foi um dia muito negro no Reino Unido, onde se verificaram ventos muito fortes, de aproximadamente 125 quilômetros por hora, chuvas fortes e também trovoadas. Cerca de 13 mil casas ficaram sem eletricidade devido principalmente aos ventos fortes.

Muitos serviços no Reino Unido foram suspensos com a chamada tempestade "Imogen". As conexões de "ferry" entre Portsmouth, que se situa no sul do país, e a ilha de Guernsey e entre Newhaven e Dieppe (França) foram obrigadas a encerrar com o mau tempo verificado, porque não reuniam todas as condições achadas adequadas para o bom funcionamento destes serviços no Reino Unido.

Publicidade
Publicidade

Vários colégios no condado de Cornwall que se situam a no sudoeste da Inglaterra também foram obrigados a fechar devido ao grande temporal que afetou o Reino Unido esta segunda-feira.

O especialista da agência estatal de meteorologia britânica (Met Office) já anunciou para toda a população inglesa que devem estar preparados para que o trânsito em muitas estradas principais seja dificultado ou até mesmo cortado devido aos temporais. Também haverá diferenças no trânsito em várias linhas de comboio e pontes porque o vento forte também vai estar acompanhado de #Chuvas Torrenciais e também trovoada. Esta mesma agência tem vindo alertando toda a população para tomarem todos os cuidados necessários para que ninguém saia ferido e para que não se verifiquem grandes danos no país. A agência foi emitindo vários alertas entre as 3 horas da madrugada e as 18 horas porque foi nesta altura que a tempestade "Imogen" atingiu o seu nível máximo de força verificando-se em muitos locais do país ventos fortes de aproximadamente 100 e  120 quilômetros por hora. 

De acordo com os dados recolhidos pela empresa de energia Western Power Distribution, cerca de 13 mil casas ficaram sem eletricidade devido aos ventos e chuvas fortes que se têm sentido nestas últimas horas.

Publicidade

Ainda não foi divulgado quando é que estas pessoas poderão ter novamente eletricidade nas suas casas porque está previsto que os ventos fortes continuem.  #Mudança do Clima