Segundo o senador norte-americano, Chris Murphy, a Arábia Saudita financiou a construção de 24.000 escolas que pregam o wahabismo no Paquistão. Em 1956, existiam apenas 244. As escolas ensinam o wahabismo, que incita a militância contra xiitas e contra valores ocidentais.

O senador fez esta declaração no Conselho de Relações Exteriores dos EUA, CRE, ele disse que se trata de um “tsunami de dinheiro” enviado para o financiamento destas escolas. Ele sugeriu que os Estados Unidos acabem com os apoios ao país saudita que promove o islã extremista. Pediu, também, que o congresso se assegurasse do destino dos armamentos militares antes da sua venda à capital da Arábia Saudita, Riade.

Publicidade
Publicidade

Segundo ele, os grupos terroristas são sunitas e receberam ensinamentos de wahabismo e salafismo. Desde 1960, a Arábia Saudita destinou quase um milhão de dólares à escolas e mesquitas para disseminarem o wahabismo no mundo. As fontes não são oficiais.

O Wahabismo – Religião Oficial da Arábia Saudita

A história do wahabismo começa há mais de 200 anos, em Karbala, cidade próxima à Bagdá. Homens armados com espadas e bandeiras pretas invadem um mercado e matam todos, deixando 4 mil pessoas sem vida.

Os homens conseguiram o controle de toda a cidade. O líder do grupo foi um dos primeiros governantes da Arábia Saudita, assim foi formado o wahabismo, uma corrente intolerante do islamismo que prega a aplicação do Alcorão ao pé da letra.

Os wahabistas condenam a todos, inclusive outros muçulmanos que não partilham da mesma linha de raciocínio deles.

Publicidade

Para especialistas, o wahabismo é o “pai” da ideologia do ISIS.

O criador do wahabismo foi o fundamentalista Muhammad ibn Abd al Wahhab. Depois de ter sido expulso de onde morava, al Wahhab fora acolhido na cidade de um político chamado Muhammad Ibn Saud.

Ibn Saud apoiou Al Wahhab militarmente, assim Ibn Saud ganhou legitimidade religiosa. E, até o final do século 18, conseguiram controlar quase toda a Península Árabe. Assim foi estabelecido o elo entre Arábia Saudita e o wahabismo.

Os sauditas investiram milhões de dólares em campanhas educativas, em construções de mesquitas e em impressão de milhares de exemplares do Corão para distribuição gratuita, também construíram a Universidade de AL Madinah que ensina religião para qualquer pessoa do mundo, objetivando a difusão do wahabismo. #Terrorismo #Guerra Civil #Oriente Médio