O ator Orlando Brown conhecido no Brasil por dar vida ao personagem 'Eddie' no seriado da Disney 'As visões da Raven', exibido pelo SBT,  foi preso na Califórnia. Ele foi pego em flagrante portando metanfetamina e é acusado de ter agredido a namorada.

Embora esse fato tenha ocorrido em janeiro deste ano, o caso envolvendo o ator só foi divulgado no dia 18 de fevereiro pelo site estadunidense TMZ, famoso mundialmente por acompanhar a vida dos artistas por lá.

Após uma testemunha ter visto a agressão de Orlando Brown à sua namorada dentro do carro, a mesma fez a denúncia para a polícia que foi atrás do ator para obter esclarecimentos sobre a situação.

Publicidade
Publicidade

O ator se recusou a obedecer às ordens dos policiais que o interceptaram e foi conduzido até a delegacia. No departamento de polícia local foi realizada uma busca no veículo de Brown onde foi encontrado grande quantidade de metanfetamina, o ator acabou sendo preso em flagrante e foi fichado com traficante de drogas sintéticas.

Assim que a mídia começou a publicar informações sobre o caso, internautas não perderam tempo e passaram a fazer alusão à série 'Breaking Bad', que obteve grande sucesso e é justamente baseada no tráfico desse tipo de drogas.

Não foi a primeira vez que Orlando Brown teve problemas com a justiça. No ano de 2014 o ator já havia sido detido por fazer ameaças de morte a uma mulher tendo sido liberado após pagamento de fiança.

O papel mais importante do ator é justamente do personagem 'Eddie'.

Publicidade

A série 'As visões da Raven' foi gravada entra os anos de 2003 até o final de 2007 e Brown participou desde o início do seriado.

'As visões da Raven' é exibida até hoje pelo SBT e além de ter participado dessa série o ator fez parte participou do elenco de 'Straight Outta Compton', filme exibido nos EUA ano passado.

Orlando encontra-se preso e aguardando julgamento. Não há muita expectativa de liberdade rápida para o ator que já tem anotações 'mais leves' e agora irá responder por um #Crime considerado muito mais grave pelas leis de seu país. #Casos de polícia