Uma notícia importante foi divulgada a imprensa internacional no dia de ontem, sexta-feira, 19 de fevereiro. O Banco Mundial afirmou que vai liberar cerca de 150 milhões de dólares para combater o avanço do zika vírus em toda a América Latina.

O continente sul-americano é o mais afetado entre todos no mundo, sendo mais de um milhão e meio de vítimas no Brasil e quase 32 mil na Colômbia, os dois países com os maiores surtos encontrados na região, devido à proliferação exacerbada do mosquito Aedes aegypti, responsável não apenas pela transmissão da zika, mas também da #Dengue, da chikungunya e da febre amarela. Todas as doenças são perigosas, e podem levar o contaminado à morte.

Publicidade
Publicidade

O objetivo maior da ajuda que será feita pelo Banco Mundial é o de realizar trabalhos de controle nas residências e vigilância da população, além de proteger e cuidar de pessoas em situação de risco, sobretudo, as mulheres grávidas.

O dinheiro do BM deve ajudar, e muito, os Governos destes países afetados, principalmente aqueles que, como o Brasil, passam por uma grave crise econômica, devido a rombos nos cofres públicos. #Doença #Zika Vírus