Esta terça-feira, dia 9, foi um dia negro para muitas pessoas que seguiam em dois trens que se chocaram frontalmente na Alemanha, muito perto da cidade de Bad Aibling (no estado de Baviera), tendo provocado mais de uma centena de feridos. O número de mortes já é de 9 pessoas. O acidente ocorreu às 06:48 hora local (o que equivale às 01:48 no Brasil).

De acordo com os dados recolhidos pelas autoridades locais, todas as pessoas que sobreviveram a este terrível acidente já foram retirados dos dois comboios. No entanto existem ainda 2 pessoas desaparecidas. Uma grande parte das pessoas que sofreram ferimentos estão em estado grave devido ao acidente violento.

Publicidade
Publicidade

As autoridades locais também anunciaram que as equipes de salvamento e socorro ainda encontram-se no local do acidente já que ainda existem duas pessoas desaparecidas.

Foi anunciado que este acidente começou sendo investigado imediatamente. As causas ainda não estão apuradas mas existem fortes suspeitas que tenha havido uma falha no sistema automático de mudança de via porque os dois trens seguiam na mesma linha só que em sentidos opostos. Por este mesmo motivo existem estas fortes suspeitas para uma possível falha no sistema automático que é responsável pela mudança de via dos comboios. O choque entre ambos aconteceu numa curva e com a intensidade do choque, um dos comboios acabou por descarrilar o que aumentou ainda mais os estragos e danos no aparelho.

O ministro dos Transportes do Governo Federal mostrou-se, no entanto, surpreendido com essa possibilidade que está sendo investigada porque garantiu que a via férrea onde ambos os trens circulavam está equipada com um programa que permite a prevenção deste tipo de acidentes.

Publicidade

Segundo Alexander Dobrindt, o sistema PZB 90 que é responsável pela prevenção deste tipo de acidentes devia ter forçado ambos os trens a freiar garantindo desta forma que ambos os aparelhos não iriam chocar. Alexander Dobrindt acrescentou ainda que no local onde ocorreu o acidente, numa curva, o ângulo de visão é muito baixo e é uma zona onde se facilmente chega aos 100 Km/h o que permite afirmar que a probabilidade de acontecer um acidente é maior.  #Justiça #Viagem #Casos de polícia