De acordo com um recente estudo divulgado pelo Syrian Center for Policy Research, a #Guerra Civil que atinge a Síria desde 2011 já teria provocado mais de 470 mil mortes. Desse número, 400 mil teriam sido provocadas diretamente pelo conflito por ação bélica, como bombas e armas de fogo, e 70 mil pela falta de itens como alimentos, água e cuidados médicos. Somando-se número de mortos e feridos ao longo desse período, a porcentagem da população atingida chega a 11,5%.

Ainda segundo o estudo, o conflito gerou uma redução na população de 21%, levando-se em conta as projeções de crescimento caso a guerra não ocorresse. Em 2010, a população síria somava 21 milhões e 800 mil habitantes, número que caiu para 20 milhões e 440 mil no fim do ano passado.

Publicidade
Publicidade

Caso mantivesse o seu crescimento normal, a quantidade de habitantes no país estaria cerca de cinco milhões acima do registro atual.

Para um dos responsáveis pela pesquisa, Rabie Nasser, em declaração ao jornal inglês The Guardian, o pouco acesso à informação sobre os reflexos do conflito na Síria seriam responsáveis por uma redução nos números divulgados pela ONU. #Oriente Médio