"O avião presidencial é um dos símbolos mais visíveis dos #EUA em casa e no exterior", são palavras da porta-voz da USAF (Força Aérea dos Estados Unidos), Deborah Lee James em comunicado oficial publicado no site da instituição em 29 de janeiro.

O texto é em referência à oficialização do contrato com a Boeing Company, para o desenvolvimento do novo "Air Force One", o avião presidencial dos EUA. Com uma avaliação de US$ 25,8 milhões o primeiro contrato apresenta uma apresentação detalhada do projeto - inclusive seus riscos.

O modelo base é o Boeing 747-800 (a versão mais moderna do jumbo). A pesquisa da USAF verificou a possibilidade de criar o novo avião presidencial a partir de aeronaves bimotores; mas foi o quadrimotor da Boeing que venceu a proposta.

Publicidade
Publicidade

A empresa, fundada em 1916, é uma das maiores companhias do mundo, e que inspira confiança aos americanos. Os acidentes que envolveram suas aeronaves (como o acidente do modelo 777 no ano passado em Las Vegas) não ofuscaram o crescimento da empresa ao longo das décadas.Parceria interessante com o governo, visto que o país é um dos que mais riscam os céus do mundo  com suas aeronaves.

O transporte presidencial dos EUA hoje é feito com dois jatos Boeing 747-200B. Essas aeronaves devem encerrar suas atividades até o final dessa década, visto que foram projetadas para voarem por 30 anos, e já estão em uso desde 1990. Entre 2019 e 1021 as novas aeronaves devem ser incorporadas. O novo Air Force Onde também deve operar pelos próximos 30 anos a partir do início de suas atividades.A atual frota (VC-25A) opera muito bem ainda.

Publicidade

A troca no entanto, se torna necessária, pois a escassez de peças de reposição para as aeronaves vai aumentando as dificuldades de manutenção, um problema que deve ser solucionado.

Evidentemente, o Air Force One é uma aeronave muito especial; trata-se de verdadeira fortaleza móvel do governo americano.  A aeronave possui área interna de 370 m2. além da sala de reuniões e cabine privada do presidente, há quartos , banheiros e cozinha. transporta 100 passageiros, além dos 26 tripulantes. O alcance do avião é de 13.000 km, que pode ser estendido, pois o reabastecimento pode ser feito em pleno voo. São 203 mil litros de combustível no avião, quantidade suficiente para dar meia volta no planeta.

O equipamento de comunicação do jumbo hoje já é via satélite, e o avião possui blindagem contra radiação e sistema de defesa contra mísseis e radares. Não é à toa que a aeronave é apelidada de "Casa Branca voadora". Também pode ser usada pelo governo americano como posto de comando em caso de guerra. Segundo dados da USAF, o modelo atual gasta cerca de US$ 210,8 mil por hora de voo. O modelo do avião do presidente hoje é o VC-25A. Vale lembrar que "Air Force One" é o nome dado à aeronave destinada ao transporte do presidente dos EUA, independente do modelo do avião. #Ataque