Desde 2015 existem rumores de que em breve seria liberado o visto de turista para brasileiros que desejam visitar o Canadá. Finalmente foi liberado, porém, para a tristeza de muitos, há algumas regrinhas para estar realmente isento do visto, ou seja, nem todos brasileiros terão esta facilidade.

Esta isenção parcial de visto entra em vigor a partir de março deste ano, válida para turistas considerados de baixo risco de países como o Brasil, México, Bulgária, Romênia, entre outros. Vamos reforçar aqui quais são regras:

- Tenha tido já um visto Canadense nos últimos 10 anos;

- Possua um visto americano válido; 

Vale lembrar que para quem for ao Canadá por via aérea ainda precisará da ETA (Electronic Travel Authorization).

Publicidade
Publicidade

Esta autorização é solicitada pela internet e é fácil, rápida e barata de conseguir. Ela ficará anexada ao passaporte e terá validade de 5 anos ou até a validade deste.

Para entrada por outros meios será necessária ainda a obtenção do visto normalmente.

Para quem possui um visto canadense válido, não será necessária a solicitação do ETA.

Visite os sites governamentais do Canadá ou até mesmo agências especializadas em assessoria de vistos e se informe melhor.

Agora vamos para um assunto mais procurado ainda: Como imigrar no Canadá. 

Para quem deseja morar no Canadá, o visto de turista não servirá, mas o Express Entry é uma forma relativamente nova que poderá lhe ser útil neste processo.

Para morar legalmente no Canada com documento de residência, podendo trabalhar e ter praticamente todos direitos dos nativos, é necessário que se enquadre em outras regras e não é um processo tão simples como parece.

Publicidade

É importante que se tenha em mente que o Canadá possui 10 províncias, que cada uma delas tem suas regras de imigração e que a que normalmente aceita mais imigrantes é a província de Quebec, por isto, se decidir tentar a imigração para lá, o ideal é que saiba falar francês e se souber inglês também, melhor ainda. 

As regras e formas de se imigrar para o país estão em constante mudança por isto é ideal que sempre se procure informações atualizadas nos sites do governo canadense sobre imigração e sobre imigração específica para o Quebec.

O sistema de imigração eletrônico (Express Entry) é uma nova forma relativamente nova de se imigrar para o país "facilmente" e de forma mais rápida devido à necessidade que o país tem em receber profissionais qualificados que possam colaborar com o desenvolvimento da economia e e com pesquisas e avanços em diversas áreas. O mês de janeiro de 2016 bateu recorde de convite para aplicação para futuros imigrantes, com o número de 4.449 Invitations to Apply (ITA) - Segundo o Canada Journal.

Neste sistema, as empresas podem acessar o currículo de profissionais com qualificações, habilidades e pontuação desejáveis para as vagas em um site chamado de Job Bank (banco de vagas).

Publicidade

 

O Express Entry possui duas etapas:

 

Etapa 1: Preenchimento de formulário online com experiências, competências e qualificações em geral.

Os candidatos aprovados, recebem um convite para imigração, de acordo com sua pontuação. O CIC (Convite de Citizenship and Immigration Canada) estima o processamento das inscrições em até 6 meses.

Os futuros imigrantes receberão o convite para a residência permanente assim que atingirem a pontuação necessária de acordo com alguns requisitos como nível de proficiência em inglês e/ou francês, currículo e experiência profissional, formação, idade, etc.

 

Etapa 2: Ranking por pontuação.

O máximo de pontos é de 1.200, distribuídos em dois núcleos. 

Núcleo 1: Habilidades e experiências - 600 pontos divididos em perfil, educação, idiomas e experiência de trabalho no Canadá.

Núcleo 2: Oferta de trabalho - Com uma oferta por um empregador no Canadá, você estará mais próximo de imigrar podendo dobrar a pontuação.

 

Caso deseje imigrar de outra forma ou para outra província pesquise outras possibilidades e aguarde novos artigos sobre o assunto. 

  #Turismo #Estudar no exterior #Trabalhar no exterior