Polícia prende na Itália meia tonelada de cocaína em contêiner vindo do Brasil numa operação especial em busca de contrabando e drogas. A polícia italiana especializada em drogas, apreendeu nesta nesta sexta-feira (5), 500 kg da droga, camuflada em um carregamento contendo, aparentemente, somente madeira brasileira para exportação.

A droga estavam num contêiner que transportava madeira do Brasil com destino a Ravenna, e foi apreendido na Calábria (IT) no porto de Gioia Tauro, localizada ao sul do país. Na mesma operação foram encontrados ainda cerca de 40 quilos da mesma droga, provenientes do Chile.

A droga chilena foi encontrada primeiro pela polícia.

Publicidade
Publicidade

Pouco antes da descoberta do produto advindo do Brasil, o contêiner procedente do Chile transportava quinoa e tinha como destino "Fos sur Mer", uma pequena cidade do sul da França.

Gioia Tauro, é localizado na Calábria, considerada "terra natal" de uma das maiores organizações mafiosas da Europa, a 'Ndrangheta, como é conhecida, organização que comanda entre outro crimes o tráfico de drogas e tem tentado fazer do porto, porta de entrada para drogas para a Itália e Europa.

O policiais do Comando Provincial de Reggio, Calábria, fizeram o trabalho em conjunto com funcionários da Agência Aduaneira sob a coordenação do serviço de inteligência italiano de combate ao tráfico, denominado "Direzione Distrettuale Antimafia" e com apoio do Ministério Público que investigam as ações do grupo mafioso no país.

Publicidade

A carga mais importante foi a encontrada contêiner que transportava a madeira, proveniente do Brasil, com destino a Ravenna , a droga estava acondicionada em 18 sacos bem embalados, totalizando 500 kg de cocaína

A intensa atividade da polícia italiana especializada no combate ao tráfico em portos já apreendeu somente neste ano mais de 700 Kg da droga. A prisão da droga foi coordenada e montada com base em informações cruzadas obtidas, documentadas em investigações dos órgão competentes de combate ao tráfico na Itália e Europa, o porto de Gioia Tauro conta também com a colaboração de cães farejadores treinados para encontrar drogas, além de poderosos equipamentos de escaneamento de unidades de armazenamento.

Segundo noticiou o site italiano do jornal STRILL.IT (fundado em 2005), o valor total das drogas de chegasse ao mercado de varejo interno poderia chegar 108 milhões de euros.

  #Crime