A Playboy, revista famosa por fazer nus artísticos das mais belas mulheres, dessa vez causou frisson ao trazer na sua capa de fevereiro a modelo transgênero Vittoria Schisano. Será a primeira vez na história da playboy italiana feita por uma mulher transgênero. Vittoria Schisano nasceu há 33 anos como Giuseppe, é atriz e modelo e entrará para o hall da revista italiana, famosa por trazer em suas capas as mais belas e sexys mulheres italianas, dessa vez trará a mais bela e mais sexy mulher trans.

Schiano conta que pousar para playboy, famosa em todo mundo em celebrar a beleza da mulher para o público masculino e onde já foi fotografadas as mais belas mulheres do planeta, é uma grande honra para ela, e ainda diz, "meu sonho desde sempre".

Publicidade
Publicidade

Desabafa que só teve coragem de se aceitar aos 27 anos de idade, foi quando criou coragem para dizer a si própria quem realmente ela era.

Vittoria fala que se ver hoje na capa da Playboy, após ter passado pela cirurgia de resignação sexual, valeu o dobro para ela. A atriz ressalta que não é um bisturi que faz uma mulher, pois se é mulher primeiramente na alma. A modelo, que fez a cirurgia em abril de 2014 em uma clínica em Barcelona, na Espanha, desabafa que a "vida não é uma questão de centímetros".

Esta capa está sendo vista como uma grande oportunidade para a comunidade LGBT+ italiana, que está passando no momento por uma grande batalha no congresso italiano, para que o casamento e a adoção de crianças por casais homoafetivos sejam aceitos no país. E esse passo dado pela revista e pela atriz e modelo Vittoria Schisano poderá ajudar nessa batalha e mostrar aos italianos que família é amor.

Publicidade

Foi há 33 anos que a primeira modelo transgênero posou para a playboy dos Estados Unidos. Caroline Cossay foi a principal personagem de duas edições da publicação, uma no ano de 1981 e a outra no ano de 1991.

Os grupos LGBT+ agora torce para que os italianos, que são na sua maioria católicos e tradicionais, vejam da melhor forma possível esse grande passo, em uma luta na qual pessoas só querem ser aceitas como seres humanos. #Famosos #Europa