Podemos afirmar que Papa Francisco é querido entre o povo de todo o mundo e continua surpreendendo seus devotos. Dessa vez ele estreará nas telinhas.

É isso mesmo, o Papa argentino participará de um #Filme infantil, com o título de "Beyond the Sun" ("Além do Sol"). O longa tem o dever de evangelizar crianças que começam a entender um pouco mais da #Religião. Conforme informado pelo jornal italiano “La Repubblica”, o Papa Francisco terá a missão de interpretar a si mesmo.

Requerido pelo Papa, todo o faturamento da produção será destinado a obras de caridade e duas organizações beneficentes: El Amendro e Los Hogares de Cristo, ambas situadas no País de origem do Pontífice, a Argentina.

Publicidade
Publicidade

As duas entidades apoiam a mensagem social e espiritual de Francisco e ajudam crianças e jovens em dificuldade, afirma o jornal.

O filme contará com uma história de aventura destinada a todos os públicos, onde crianças de culturas diferentes seguem apóstolos para encontrar Jesus no mundo em que as rodeia.

O roteiro original é de Graciela Rodriguez, sendo que as filmagens deverão começar ainda em 2016, na Itália.

A produtora será a Ambi Pictures, e seus fundadores, os italianos Andrea Iervolino e Lady Monika Bacardi, contarão com a assessoria do monsenhor Eduardo García durante a produção.

Ainda não foram liberadas mais informações sobre o filme, porém a notícia já surpreende o público, vez que nunca na história da #Igreja Católica, nem muito menos da indústria dos cinemas, foi possível contar com uma imagem tão importante quanto é a do Papa.

Publicidade

História

Papa Francisco, nascido em Buenos Aires, 17 de dezembro de 1936, registrado como Jorge Mario Bergoglio, é o 266.º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI, que abdicou ao papado em 28 de fevereiro de 2013.

É o primeiro papa nascido no continente americano e também o primeiro latino-americano. Tornou-se Arcebispo de Buenos Aires em 28 de fevereiro de 1998 e foi elevado ao cardinalato em 21 de fevereiro de 2001, com o título de Cardeal Presbítero de San Roberto Belarmino. Foi eleito papa em 13 de março de 2013.