Foi confirmado, por várias autoridades sanitárias espanholas, o primeiro caso de vírus Zika no continente europeu numa mulher grávida. De acordo com os dados recolhidos pelo jornal Público, esta mulher tinha estado num dos países mais afetados pelo vírus Zika, a Colômbia, e teria sido atingida por este vírus nesse país.

O vírus Zika tem sido muito falado a nível mundial, visto que tem afetado muitas pessoas, principalmente no continente americano. O Brasil, neste momento, é o país mais afetado por este vírus, seguido pela Colômbia que não fica muito abaixo do número de pessoas atingidas.

O vírus tem origem numa infecção que na maior parte das vezes é causada pelo vírus ZIKV, transmitido por um mosquito muito conhecido, o Aedes aegypti. Esta espécie de mosquito também é responsável por muitas outras doenças incluindo a febre chikungunya e também a dengue.

Publicidade
Publicidade

As autoridades têm vindo alertando todo o mundo para os sintomas mais comuns que este vírus provoca. Em primeiro lugar, a febre alta é bastante frequente. Por outro lado, as dores por todo o corpo principalmente nos músculos e na cabeça também são muito frequentes para quem poderá estar afetado por este vírus. Nestes casos, é urgente consultar um médico o mais rapidamente possível para esclarecer o que realmente possa ter. 

Este vírus tem sido muitas vezes relacionado com o nascimento de bebês com microcefalia, que origina um cérebro pequeno para estes bebês. No entanto, ainda não está provada a ligação da microcefalia com o vírus Zika e pior do que isso é que ainda não é totalmente conhecido todos os riscos nas diferentes fases da gravidez de uma mulher. As autoridades a nível mundial têm tentado fazer campanhas de sensibilização para todas as mulheres que desejam ficar grávidas neste momento.

Publicidade

As autoridades aconselham essas mulheres a adiarem este desejo, para que os bebês que possam ter nascerem todos saudáveis. Também as mulheres que neste momento estão grávidas têm sido avisadas para não viajarem para as zonas onde se verifica uma maior concentração de casos com este vírus. 

O ministro espanhol da Saúde, Alfonso Alonso, divulgou que a mulher foi diagnosticada na Catalunha e também acrescentou que neste momento há mais 6 casos confirmados de pessoas afetadas com este vírus na Espanha. #Europa #sistema de saúde #Zika Vírus