Um instituto em Londres chamado British Butler Institute, desde 1997, é focado em oferecer cursos, treinamentos e habilidades para quem quiser se tornar um mordomo. O mordomo, profissão antiga e antiquada por muitos, está voltando à moda. Um dos motivos que está levando as pessoas a buscarem conhecimentos de cursos para serem mordomos, pode ser o sucesso internacional de séries, como por exemplo: "Downton Abbey", em que o Ator Jim Carter interpreta o mordomo Mr. Carson e "Tropeço", mordomo da linha de mil e uma utilidades da família Addams. O #Curso cobrado pelo instituto British, porém, é muito caro, sendo em torno de R$ 7.542,00, com duração de 5 dias.

Publicidade
Publicidade

Neste curso, o estudante aprende todos os deveres de um mordomo, toda a história envolvida no surgimento da profissão, dicas de como lidar com acidentes com café ou chá, limpezas, técnicas para decorar nomes e até mesmo maneiras de se lidar com um hóspede bêbado. Os alunos aprendem também toda a etiqueta e as vestimentas utilizadas nesta profissão.

Salário que compensa

O investimento é alto para se tornar um mordomo, mas vale a pena em relação ao salário que as pessoas podem obter com a profissão. Cada país possui a sua remuneração média. O salário mais alto do mundo é pago nos Estados Unidos, onde um mordomo recebe em torno de R$ 716 mil por mês. Segundo Gary Willians, diretor do instituto britânico, para as pessoas que acham que esta profissão não tem mais espaço, saibam que a demanda tem aumentado, superando e muito a oferta.

Publicidade

Ele comentou também que a China possui um grande mercado que está devorando o fornecimento de mordomos. O mordomo é muito procurado, pois existem no mundo muitos milionários e bilionários que precisam de um profissional para cuidar de suas mansões, iates e outros negócios familiares. 

Em breve no Brasil

Aqui no Brasil existe também uma procura desta profissão. Willians disse que tem planos futuros de abrir uma filial do instituto no Brasil. Já há filiais em Veneza (Itália) e na Cidade do México. Após o curso, são oferecidos estágios para que os profissionais ganhem experiência e estejam preparados para encontrar um emprego.  #Desemprego #Estudar no exterior