Steven Joyce, ministro do desenvolvimento econômico da Nova Zelândia foi surpreendido nessa quinta-feira, 4, durante um protesto. Uma manifestante jogou um pênis de borracha na cabeça do ministro, fazendo muita gente ter dificuldades para segurar o riso diante do ocorrido.

O protesto era contra a assinatura de um acordo político de livre comércio, chamado ‘Tratado Transpacifico’ e Steven estava justamente falando sobre a aprovação desse acordo com os jornalistas presentes no local, ocasião em que uma das opositoras manifestou-se jogando o ‘brinquedinho erótico’ no homem.

A mulher foi retirada do local por seguranças e o vídeo da ação logo virou piada na internet.

Publicidade
Publicidade

Muito internauta se perguntava se o ‘brinquedo’ estava usado, outros riram do tipo de objeto jogado no ministro por uma mulher de comportamento suspeito usando saia.

Piadas e memes não faltaram nas redes sociais de diversos países do mundo e expressões como ‘protesto gozado’ e ‘cara de pau’ tomaram conta dos assuntos mais falados da internet após a repercussão do vídeo.

Assista o vídeo do ‘#Ataque’:

Por falar em situação estranha e constrangedora, outro vídeo está dando muito o que falar na rede mundial de computadores. Se trata de um homem que faleceu durante uma relação sexual com uma garota de programa e que ficou ‘preso’ à mulher, de tal forma, uma equipe de paramédicos teve de levar o cadáver com a mulher deitada encima dele para retirar o órgão sexual do cara de dentro da prostituta através de um procedimento cirúrgico.

Publicidade

Apesar de bizarro, o caso é mais comum do que muita gente podia imaginar e especialistas contaram que quando um homem morre durante o ato sexual, seu órgão incha e isso faz com que ele fique preso dentro da mulher.

Após a separação do ‘casal’, a mulher foi liberada para se recuperar do trauma com o morto e o homem foi levado para o necrotério. A identidade dos dois não foi revelada e embora não haja confirmação oficial, acredita-se que o caso aconteceu na China.

Compartilhe a sua opinião sobre esses casos pra lá de bizarros deixando um comentário abaixo da notícia. #Manifestação #Viral