A China tem a maior economia do planeta e 20% das mortes são causadas por acidentes de trabalho segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho). A principal fonte de energia do país são as conhecidas energias tradicionais (petróleo, gás natural e carvão). Em 2006, 69% da energia consumida era à base de carvão. Hoje o país caminha para mudar sua figura investindo em energia renovável, mas a passos lentos.

Mais um acidente envolvendo mineiros

Neste último domingo (07), uma explosão na mina zongshen na cidade de Baislan, província de Jilin, matou 12 pessoas (mineiros) numa mina de carvão. Os trabalhos em minas de carvão surgiram no início do séc.18 e 19 com a revolução industrial e abriram caminhos com dinamites e a pólvora criada na #China.

Publicidade
Publicidade

A umidade, calor e gases já enterraram muitos:

  • 1972 – 426 mortos: Wankie/ Zimbábue;
  • 2007 – 3.200 mortos: Witwatersrand/ África do Sul;
  • 2010 – 33 soterrados em São José/ Chile;
  • 2010 – 115 ficaram presos na mina de Sanxi/ China;
  • 2014- 301 mortos: Soma/ Turquia.

O trabalho muitas vezes duro e sem segurança prolongou-se até os dias de hoje tornando-se muitas vezes desumano e escravizador, já que no século passado os mineiros recebiam chibatadas para manterem-se despertos devido a jornadas que duravam até 14h diárias.

A china possui um dos maiores PIBs (Produto Interno Bruto) e é um dos maiores poluidores atmosférico, sendo o carvão sua principal fonte de energia.

O caminho da energia renovável enquanto as minas de carvão ainda matam

As minas de carvão possuem condições desfavoráveis para o trabalho mesmo com tecnologia e materiais de segurança.

Publicidade

A doença pulmonar, chamada de doença negra, é um dos principais fatores de afastamento e indenizações, seguido de riscos de desabamento, inundações, falta de proteção, sinalização, eletricidade adequada, caminhos irregulares, obstáculos, explosões, esforços físicos e altas jornadas de trabalho. A China caminha para as energias alternativas, sendo líder mundial na fabricação de células fotovoltaicas (obtenção de energia solar) com altos investimentos em busca de energia mais limpa. Enquanto isso, uma das maiores potências mundiais perdeu mais 12 dos seus. #Direto