Adam Johnson vai ser condenado a pena de cadeia, mas poderia perder ainda mais do que sua liberdade. Já não restam dúvidas que esse escândalo sexual com uma menor de idade arruinou a vida boa do ex-futebolista da Premier League. Adam vai mesmo pegar pena de cadeia e agora um advogado veio revelar que a adolescente pode pedir uma indenização de um milhão de libras, ou seja, mais de cinco milhões de reais. 

O ex-jogador de #Futebol do Sunderland tem uma fortuna avaliada em 15 milhões de libras, mas poderá levar um rombo nos próximos meses. Até porque a torneira fechou para o meia inglês. O Sunderland e a marca esportiva Adidas cancelaram os contratos com o jogador, assim que o julgamento por abuso sexual de menor começou. 

Johnson foi condenado por um crime sexual, ficando confirmado pelos juízes que o futebolista usou de sua influência de jogador famoso para assediar e beijar de forma apaixonada uma garota de 15 anos.

Publicidade
Publicidade

O jogador foi ainda ilibado de outros crimes de que estava sendo acusado, incluindo sexo oral. No entanto, a idade mínima de consentimento sexual é de 16 anos na Inglaterra e o jogador pagará seu ato na prisão. O juíz ainda liberou o jogador para ir para casa e se despedir de sua filha, Ayla Sofia, de 13 meses, porque "vai ficar um tempo sem vê-la", garantiu. Adam Johnson sabe que, dentro de duas ou três semanas, será condenado a uma pena de prisão entre cinco e dez anos. 

Danos psicológicos e estresse pós-traumático

A vítima revelou ter vivido um "ano de pesadelo", após o escândalo do jogador ser tornado público. Principalmente, porque Adam negou as acusações até o início de julgamento, e a menina, na altura com 15 anos, acabou passando por "mentirosa e assanhada". 

A vítima adolescente poderia ficar com "danos psicológicos e estresse pós-traumático", de acordo com o advogado e poderia mesmo ser indenizada em um milhão de libras.

Publicidade

Em comunicado, a menina fã do Sunderland revelou que seu conto de fadas por estar conhecendo seu ídolo virou um pesadelo. "O que aconteceu em seu carro virou minha vida de cabeça para baixo. Eu perdi toda a minha confiança. Meu trabalho escolar sofreu", contou a vítima, após o julgamento ficar concluído. Após Adam Johnson ser considerado culpado, ficou provado que ela "estava dizendo a verdade".  #Justiça #Europa