Adam Johnson vai conhecer sua sentença final dentro de duas semanas. Após o julgamento ficar concluído, com o craque da Premier League a ser considerado culpado por manter atividade sexual com uma menina menor de idade, o juíz deu a ele uma oportunidade de ficar em casa, por uns tempos, para se despedir da filha, Ayla de treze meses. Com pagamento de fiança, o jogador ficou obrigado a estar dentro da sua mansão entre as sete da tarde e as sete da manhã, o que não o impede de se divertir. 

No último sábado, o futebolista inglês deu uma festa até amanhecer. Algumas testemunhas viram o momento em que os convidados saíam. O jornal The Sun publica várias fotos de uma loura, saindo de sapato em uma mão e uma garrafa de cerveja na outra.

Publicidade
Publicidade

São várias as imagens captadas, que mostram a jovem, de vestido vermelho, bem justo ao corpo e curto, deixando a casa do jogador. 

De acordo com uma testemunha que falou com o The Sun, a mulher "estava saindo com a mesma roupa que levava na noite anterior". 

Adam Johnson foi considerado culpado por crimes sexuais com uma menina de 15 anos, que era fã do Sunderland, clube inglês onde o meia da seleção britânica estava jogando. Usando sua influência de futebolista famoso, e por ser o ídolo da menina, Adam  teria se aproveitado da garota, que convenceu a manter algum tipo de atividade sexual, em um encontro que tiveram dentro do seu carro. Ficou provado  em tribunal, que o jogador, de 28 anos, teria beijado de forma apaixonada e acariciado a menor nas partes íntimas. 

Por esses crimes, o jogador será condenado, dentro de duas semanas, a pena de prisão entre cinco e dez anos. Durante o inquérito em tribunal, o jogador acabou sendo despedido do Sunderland, viu seu contrato milionário com a Adidas anulado e ainda perdeu a namorada e mãe de sua filha, Stacey Flounders, que terminou a relação. 

Além do caso que manteve com a estudante de 15 anos, Adam teria ainda outras amantes enquanto a namorada estava grávida da primeira filha do casal, Ayla Sofia.

Publicidade

A namorada Stacey não aguentou saber de toda a vida boêmia do companheiro e terminou a relação, saindo de casa com a filha. 

Na última sessão do julgamento, o juiz considerou Adam Johnson culpado, mas deixou-o sair em liberdade após pagamento de fiança, para que ele pudesse se despedir da filha bebê, alertando que "vai passar um bom tempo sem vê-la", antecipando a pena de cadeia. 

Aparentemente, Adam não está apenas se despedindo da filha.  #Justiça #Futebol #Europa