De acordo com o site de notícias britânico Express, relatórios provenientes de mídias curdas apontam que a organização terrorista #Estado Islâmico foi a responsável pelas cenas de caos e terror que ocorreram hoje em Bruxelas, na capital da Bélgica. Os atentados suicidas deixaram 34 pessoas mortas, e aproximadamente 200 feridas.

A agência de notícias AMAQ, que possui relações com o Estado Islâmico, anunciou que combatentes do grupo "levaram a cabo uma série de atentados com cintos de explosivos e dispositivos na terça-feira (22), tendo como alvo um aeroporto e uma estação de metrô central no centro da capital belga de Bruxelas" .

Publicidade
Publicidade

Raffaello Pantucci, um especialista em segurança internacional do Instituto Royal United Services (RUSI), declarou que a prisão de Salah Abdeslam (envolvido com os atentados em Paris, no ano passado), no distrito de Molenbeek da capital belga, pode ter sido o motivo pelo qual os terroristas efetuaram o ataque.

Cenas de terror

Pelo menos 14 pessoas foram mortas e outras 92 ficaram feridas em duas grandes explosões ocorridas no aeroporto local. Mais duas explosões ocorreram na estação de metrô Maelbeek, o que resultou em 20 mortos e mais de 100 feridos – informações confirmadas pelo prefeito de Bruxelas, Yvan Mayeur.

Médicos do Hospital Gasthuisberg Leuven, que estão atendendo os feridos – alguns em estado grave –, disseram que seus ferimentos são consistentes com pelo menos uma bomba encontrada, possuindo pregos em seu interior para causar mais danos quando explodisse.

Publicidade

A imprensa belga informou que testemunhas disseram ter ouvido tiros e gritos em árabe no momento das explosões ocorridas no aeroporto de Zaventem, e foram encontrados dois fuzis de assalto Kalashnikov (AK-47) abandonados no saguão do estabelecimento. Além das armas, mais 3 dispositivos explosivos foram encontrados no local, um dos quais era um cinto que não detonou.  As duas explosões aconteceram nas recepções das companhias aéreas Bruxelas Airlines e American Airlines, respectivamente.

Assista a algumas cenas registradas dos ataques:

#Europa #Ataque Terrorista