Istambul, uma das capitais mais importantes e visitadas da #Europa, foi novamente vítima, no centro da cidade, de um atentado suicida que matou pelo menos cinco pessoas. Tal como informa o jornal “Correio da Manhã”, entre as vítimas está um emigrante português já identificado, que trabalha em Istambul em uma empresa portuguesa. Apesar dos momentos de pânico que viveu depois da explosão, o português não corre risco de vida mas ficou gravemente ferido no seu rosto, tendo rapidamente sido assistido.

Os dias de terror na Turquia, mas concretamente em Istambul, continuam. Depois de nas últimas semanas vários ataques alegadamente de organizações terroristas terem já provocado uma série de mortes, agora foi a vez de um atentado à bomba de um suicida que provocou cinco mortes, possivelmente de alguns turistas, e cerca de 36 feridos, sendo que alguns podem ainda correr risco de vida.

Publicidade
Publicidade

Segundo informa o jornal “Correio da Manhã”, o emigrante português que conseguiu sobreviver ao atentado foi atingido por uma série de vidros que foram disparados por todos os lados por causa da explosão. O português acabou sendo atingido no seu rosto, sangrando com alguma intensidade em um dos seus ouvidos. Depois de uma série de exames, os cuidados de saúde turcos concluíram que felizmente o português não sofreu nenhuma lesão interna no seu cérebro, sendo que poderá já sair do hospital amanhã.

Em uma altura em que a Turquia está sofrendo ataques e atentados nas suas cidades quase semanalmente, a Europa poderá sentir a necessidade de reforçar a segurança, e sobretudo ajudar na prevenção de possíveis novos ataques. Segundo informa a imprensa turca, o homem-bomba suicida, que se explodiu em uma das avenidas com mais turistas da cidade, não quereria inicialmente que o atentado fosse nesse local, sendo que resta agora as autoridades turcas e europeias, através dos sistemas de videovigilância, consigam concluir quem foi o autor do atentado e para que organização terrorista estava trabalhando, enquanto os cuidados de saúde da cidade tentam ao máximo salvar o maior número de pessoas possível.

Publicidade

#Terrorismo #Ataque Terrorista