Quase 30 mortos já foram confirmados nos atentados terroristas que sacudiram Bruxelas nesta terça-feira (22), com explosões no aeroporto internacional e também no metrô, de acordo com Pierre Meys que é o porta-voz dos bombeiros. No aeroporto foram encontrados 13 mortos e no metrô foram 15 pessoas que perderam a vida por causa das explosões.

Há expectativa de que novos mortos sejam encontrados e as buscas estão sendo realizadas. Dezenas de pessoas estão feridas, já tendo sido retiradas dos locais para os hospitais mais próximos. A situação no local é caótica e de muito medo, inclusive entre os países vizinhos.

As explosões aconteceram por volta das 8h15 pelo horário local, sendo 4h15 no horário de Brasília nesta terça-feira, dia 22 de março.

Publicidade
Publicidade

O governo belga já elevou para o nível máximo o alerta e há grande risco de novos ataques terroristas, pois há 4 dias foi preso o terrorista "Salah Abdeslam", um dos principais suspeitos dos ataques a Paris, em novembro do ano passado, quando 130 pessoas morreram.

Diversos vídeos mostram o momento exato em que as explosões acontecem e as pessoas correm desesperadas sem saberem exatamente o que está acontecendo, conforme você pode conferir abaixo.

Fábio Jardelino, jornalista pernambucano que reside em Bruxelas, contou que o clima na cidade é de tensão e o exército já está nas ruas. O jornalista confirmou que várias pessoas relataram ter ouvido gritos em árabe antes das explosões e também tiros.

Duas bombas explodiram próximas ao check-in da American Airlines, no aeroporto e houve grande correria e pessoas em pânico tentando sair do local o mais rápido possível.

Publicidade

Além do exército, as ruas de Bruxelas estão tomadas por policiais, ambulâncias e a população está sendo aconselhada a permanecer dentro de casa.

Os transportes públicos por toda a cidade estão paralisados e nem os ônibus circulam nesta terça-feira. Quem já estava no trabalho precisará permanecer no local até que as ruas sejam liberadas novamente para a população. As universidades e escolas também foram fechadas e os alunos permanecem lá dentro, sendo orientados a não irem para casa, até que a situação fique mais favorável. #Terrorismo #Ataque Terrorista #Vídeo