Adam Johnson foi mesmo condenado a pelo menos quatro anos de prisão por ter estado com uma menor inglesa de 15 anos. Tal como garante o jornal “Correio da Manhã”, após o próprio ex-jogador do City admitir algumas das acusações feitas pela vítima, o tribunal inglês responsável pelo caso considerou o inglês culpado e por isso, dentro de cerca de três semanas, vai conhecer qual será a sua pena, que pode ir de 4 anos até 10 anos. Uma coisa parece certa, a carreira brilhante do atacante inglês parece ter terminado definitivamente com esse #Crime.

Foi através de uma conversa na Internet com uma menor de 15 anos que fez com que os problemas de Adam Johnson começassem, quando nada fazia prever esse desfecho.

Publicidade
Publicidade

Acusado em tribunal de ter abusado sexualmente da menor, Johnson confessou que esteve com a jovem, sabendo que ela era menor, uma declaração que vai fazer com que o inglês seja preso nos próximos anos.

Segundo informa o jornal “Correio da Manhã”, apesar de ter visto a sua segunda acusação, e a mais grave, ser ilibada pelo júri presente em tribunal, a verdade é que o juiz garantiu que o jogador vai ficar preso no mínimo nos próximos quatro anos, o pior dos cenários possíveis para Adam Johnson, que tinha ficado há poucas semanas sem nenhum contrato profissional com um time da Premier League por causa do que estava acontecendo consigo judicialmente e sobretudo depois de Johnson ter admitido publicamente o crime.

Em uma confissão que enojou a Inglaterra, mas também um pouco por todo o mundo, nas redes sociais, muitas são as pessoas que festejaram a condenação de Adam Johnson, dando assim o exemplo a todo o mundo de que a #Justiça inglesa funciona e é inquebrável para todas as pessoas, das mais ricas às mais pobres, que não cumprirem com a lei e não respeitaram as pessoas que estão em seu redor.

Publicidade

Resta agora esperar pelo anuncio oficial do juiz para se saber ao certo o futuro que era muito promissor de Adam Johnson, que com certeza marcará uma nova página na justiça inglesa, que nunca tinha condenado um jogador de futebol da Premier League que ainda estava em atividade. #Investigação Criminal