Um renegado da facção terrorista Estado Islâmico teria entregado um dossiê para ser exibido pela rede SKY News, com 22 mil nomes e dados pessoais de supostos terroristas ligados ao #Estado Islâmico, provenientes de 51 países. Os documentos teriam sido preenchidos por pretendentes a membros da facção terrorista.

Segundo a emissora os documentos estão armazenados em um pendrive e foram copiados por um ex-rebelde, contrário ao regime do ditador sírio, Bashar al Assad, que teria, em seguida, se tornado um terrorista do Estado Islâmico, mas que, hoje em dia, se diz “decepcionado” com a facção. Ele que se diz ex-jihadista usa o nome falso de Abu Ahmed.

Publicidade
Publicidade

A SKY News revelou que muitos dos nomes listados no dossiê já são de pessoas conhecidas, como Abdel Bary, um rapper de Londres, de 26 anos, e que teria entrado para o grupo terrorista Estado Islâmico em 2013, depois de viajar pelo Egito, Líbia e Turquia.

Estão listados no dossiê, também, nomes de terroristas que já foram eliminados em operações militares no ocidente, como Junaid Hussain, um hacker de Birmingham, de 21 anos de idade, que comandava os serviços do Estado Islâmico na Síria, nos setores de recrutamento e informações. Juntamente com sua esposa Sally Jones, uma ex-punk de Kent, teriam planejarado uma sequência de ataques terroristas no Reino Unido.

Outro nome que aparece na lista é Reyaad Khan di Cardiff, eliminado em um ataque, em agosto de 2015.

Vários números que estariam na lista ainda estão ativos, podendo, assim, ser usados, atualmente, como comunicação entre os Jihadistas.

Publicidade

Anteriormente, as forças especiais dos Estados Unidos divulgaram a captura de um integrante do Estado Islâmico. O mesmo seria responsável por gerenciar as armas químicas e biológicas. A detenção dele foi efetuada no Iraque, no mês passado, segundo as fontes locais.

Ainda que Washington se esforce para manter a identidade do detido, o mesmo teria sido identificado como Sleiman Daoud al Afari, e teria a idade aproximada de 50 anos. Ele teria trabalhado em um setor das forças armadas na qual a especialidade, era a construção de armas químicas e biológicas. #Terrorismo #EUA