O jogador argentino Martin Demichelis foi formalmente acusado pela Federação Inglesa de violação de código de apostas, ou seja, violou os regulamentos da Liga Inglesa e corre o sério risco de terminar a sua carreira na Inglaterra. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, o jogador, no período de 22 a 28 de janeiro de 2016, apostou, ou então pediu a outras pessoas para apostarem por ele, em partidas onde o zagueiro participou ativamente.

Conforme os regulamentos da FA, bem como da maioria das principais Ligas mundiais, os jogadores estão proibidos de fazerem apostas em partidas onde participem diretamente, tentando, assim, evitar ao máximo o pesadelo de viciar os resultados, o que, principalmente em países do leste da #Europa, tem causado tantos problemas nos últimos anos.

Publicidade
Publicidade

Em uma investigação levada a cabo pela Federação Inglesa, Demichelis foi recentemente informado que várias ações cometidas pelo jogador foram avaliadas e consideradas ilegais perante os regulamentos em vigor.

Apesar de ainda não se saber ao certo quais são as partidas em questão, segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, Martin Demichelis cometeu doze violações do código da FA em relação às apostas esportivas, e, agora, apenas se espera a resposta formal do zagueiro à acusação, que pode abalar a estrutura do Manchester City, num momento da temporada que o clube está longe da liderança da Premier League e apenas pretende garantir um lugar para a Liga dos Campeões da próxima temporada.

Titular no clube inglês, essa é a primeira grande acusação feita a um jogador conhecido mundialmente e que joga em um dos times mais importantes e poderosos do mundo.

Publicidade

O Manchester City ainda não respondeu formalmente às acusações feitas ao seu jogador, remetendo a resposta apenas para Demichelis, que tem até 5 de abril para defender a sua inocência nesse esquema de apostas ilegais em que o argentino alegadamente está envolvido. Caso se confirme, o jogador pode ser “convidado” a sair da Premier League, terminando, de uma forma conturbada a sua passagem por Inglaterra, que estava sendo muito positiva. #Justiça