A autópsia feita no corpo da jovem emigrante portuguesa, confirmou o pior cenário possível: uma morte muito violenta por asfixia. Tal como garante a imprensa internacional, apesar de não ter havido nenhuma violência sexual, as suspeitas de que a adolescente teria sido assassinada de forma verdadeiramente macabra se confirmaram. Em honra à jovem, vários habitantes de uma localidade próxima de Lyon, França, já fizeram uma longa marcha de solidariedade para com a família da vítima. A investigação já está em curso e dezenas de pessoas já foram interrogadas pelas autoridades francesas.

Alexia Silva foi dada como desaparecida desde o dia 1 de fevereiro e foi encontrada na quinta-feira passada, dia 10 de março, cerca de 40 dias depois do início das buscas, que envolveram dezenas de pessoas, incluindo as autoridades e muitos amigos e conhecidos da jovem portuguesa.

Publicidade
Publicidade

Seu corpo foi encontrado escondido “com muito cuidado”, tal como informou a imprensa francesa, em uma mata muito próxima do local onde a adolescente foi vista pela última vez.

Depois de se ter rapidamente concluído que se tratava de um homicídio e não de um suicídio, os médicos legistas franceses fizeram a autopsia do corpo, concluindo, por fim que, tal como se previa, os últimos minutos de vida da jovem foram um verdadeiro terror, marcados por muita violência, como se comprova nas marcas que a menina tinha no seu corpo, e acabando por ser asfixiada até à morte, sendo depois tapada por uma série de plantas.

À polícia francesa resta, agora, investigar o responsável por um #Crime tão horrendo e macabro. Diversas entrevistas já foram realizadas com dezenas de pessoas que estavam relacionadas com Alexia Silva, que, segundo seus conhecidos, era uma menina muito simpática e que não queria arranjar problemas com ninguém.

Publicidade

A verdade é que o último sinal de vida da jovem foi uma mensagem para o celular de uma amiga. A região francesa, tal como informa a imprensa, está em choque e de disponibilizou para ajudar no que fosse preciso. #Europa #Investigação Criminal