Foi por muito pouco que o apresentador do "É de Casa", Zeca Camargo, não se tornou vítima dos terroristas que, nesta manhã de terça-feira (22), por volta das 8h15, em Bruxelas, 4h15 pelo horário de Brasília, explodiram bombas no aeroporto de Bruxelas e também no metrô da cidade. 

Zeca passou pelo local onde os ataques aconteceram alguns minutos antes das explosões e está bastante assustado.

O apresentador global chegou de trem à cidade de Bruxelas, na Bélgica, nesta terça-feira (22), e tinha intenção de fazer um passeio na cidade que já tinha visitado nos anos 80. Só que hoje, ele encontrou um clima bem diferente do que viu naquela época, pois a cidade está em estado de alerta máximo e o exército já tomou conta das ruas.

Publicidade
Publicidade

Apesar dos ataques terem sido em Bruxelas, o país inteiro está praticamente parado.

Zeca Camargo informou que sua viagem sofreu um desvio por causa dos atentados terroristas e ainda dentro do trem ele ficou sabendo da explosão no aeroporto e todos ficaram muito assustados.

"Tinha planejado vir aqui para matar as saudades de um cidade linda que havia visitado só uma vez, no início dos anos 80 - mas a situação certamente é outra agora", informou Zeca Camargo sem saber ao certo o que iria fazer.

Ele chegou a gravar um pequeno vídeo bem na frente do hospital Saint Pierre que estava recebendo várias das vítimas dos ataques terroristas. Zeca Camargo disse que continuaria dando notícias de Bruxelas, mas que estava assustado e confirmou que a cidade estava em "alerta máximo".

Publicidade

O apresentador contou que a intenção de ir à Bélgica era apenas por turismo, mas disse que seu instinto de jornalista acabou prevalecendo e que esta era uma "coincidência surpreendente", mas também triste, pois ele chegou à cidade quase no exato momento em que a primeira explosão estava acontecendo.

"Repito, esta não é uma viagem de trabalho, mas não tem como não ter uma curiosidade de jornalista nesta hora", continuou explicando o apresentador do "É de Casa" que, por uma ironia do destino, chegou a Bruxelas no momento dos atentados. #Terrorismo #Rede Globo #Ataque Terrorista