Ali tem nove anos e vivia sozinho com seu dono em uma casa dos Estados Unidos. Até que seu dono foi preso e o animal ficou sozinho na residência.

Segundo testemunho de alguns vizinhos, a namorada do homem que foi preso aparecia de vez em quando para alimentar o animal, até que declarou que estava cansada daquela vida e entregou as chaves da casa. Entretanto, fez isso sem nem ao menos deixar o cão sair.

O animal ficou trancado por três semanas, sem comida ou água. Pessoas fotografaram o cão pendurado na janela do segundo andar, olhando de forma aflita para a parte de baixo. O animal, certamente vivia um conflito entre tentar pular dali ou esperar que uma boa alma lhe resgatasse daquela situação de negligência e abandono.

Publicidade
Publicidade

Foi ai que um vizinho inconformado com o que estava acontecendo ligou para a ONG (Organização Não Governamental) The Backyard Dog Project e contou tudo o que estava acontecendo.

Então Kristin Crankshaw foi até o local e conseguiu resgatar o cachorro que mesmo faminto e um pouco desnutrido, conseguia demonstrar toda a sua gratidão pelo salvamento. O animal saiu correndo quando Kristin entrou na casa e lhe saudou com alegria como se estivesse em frente ao seu dono.

O site The Dodo noticiou que o cão foi alimentado e passou por atendimento veterinário, a fim de realizar uma bateria de exames que mostrem sua saúde atual e receber vacinas. Se nenhum parente do antigo dono reclamar pelo cão, a partir da próxima semana ele já estará disponível para adoção.

O nome Ali foi dado após o resgate. Não se sabe o nome que o cão tinha, bem como o nome do dono preso ou de possíveis familiares do mesmo.

Publicidade

Também não houve qualquer contato com a namorada, ou mais provável ex-namorada do preso.

Ao adentrar a casa encontraram restos de comida espalhada no chão de um cômodo muito sujo. Acredita-se que antes de ir embora a mulher despejou a comida que restava para o animal comer até que o dono da propriedade ou novos moradores adentrassem o local.

O que você achou desse caso? Opine deixando o seu comentário. #Animais #Cães #Comportamento